Time precisa vencer para manter a liderança e ainda afastar a má impressão deixada após a derrota para o Atlético-GO na última rodada

Abel Braga acompanha treino ao lado do diretor Fernando Caetano
Photocamera
Abel Braga acompanha treino ao lado do diretor Fernando Caetano

Líder do Brasileirão e apontado como um dos favoritos ao título, o Fluminense tem dois motivos para vencer o Náutico neste sábado, a partir das 18h30, em Volta Redonda, pela 26ª rodada. O primeiro deles, chegar aos 56 pontos e ter cacife para tentar não ser ultrapassado pelo Atlético-MG. O segundo, se recuperar da surpreendente derrota para o lanterna Atlético-GO na última rodada.

Qual seu palpite para o jogo? Deixe seu recado para outros torcedores

Já o time pernambucano, que na rodada passada fez 1 a 0 justamente no Atlético-MG, aparece na 12ª colocação, com 31 pontos, e precisa somar pontos para se livrar do rebaixamento.

O fato de vir de uma derrota e de precisar se recuperar tem deixado todos no Fluminense preocupados. Diante do fato, o técnico Abel Braga, tem pedido aos seus comandados para que não percam a tranquilidade e para que joguem com inteligência a fim de não voltarem a ser surpreendidos. O discurso do comandante parece ter sido bem assimilado pelo plantel.

"Não vai ser um jogo muito fácil, pois temos a responsabilidade de vitória e, com certeza, o Náutico vai fazer de tudo para tirar proveito desta situação. Portanto, vamos precisar ser inteligentes", afirma o zagueiro Gum.

Cientes das dificuldades do encontro, os tricolores decidiram convocar a torcida a lotar o Raulino de Oliveira, dando um crédito ao grupo apesar da derrota para o Atlético-GO.

Leia ainda: Deco treina e deve reforçar o Flu contra o Náutico

"O importante do resultado passado é que tropeçamos e mesmo assim continuamos com a primeira colocação. Dependemos de nossas próprias forças para conquistarmos a taça e isso é fundamental para que a torcida continue do nosso lado", analisa Diego Cavalieri. "Os torcedores que têm acompanhado o Fluminense ao longo deste ano sabem muito bem que o nosso normal não é aquele exibido contra o Atlético e que temos condições de nos recuperarmos. Esperamos que a torcida continue firme ao nosso lado, sendo um diferencial ao nosso favor nas partidas no Rio de Janeiro" completa o goleiro.

O Fluminense terá mudanças para esta partida. O meia brasileiro naturalizado português Deco, recuperado de um estiramento na coxa esquerda e que estava sem jogar desde o início de agosto, reaparece no meio-de-campo, formando dupla de criação com Thiago Neves. Assim, Wagner fica como opção no meio-de-campo. O colombiano Valencia assume o posto de Edinho, suspenso por acúmulo de cartões amarelos.

Já o atacante Fred, que cumpriu suspensão na derrota para o Atlético-GO, reaparece no lugar de Samuel. O treinador tem uma dúvida na lateral esquerda.  Thiago Carleto, que vem se destacando nos treinos, pode acabar barrando Carlinhos, ironicamente no momento em que este foi convocado pelo técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, para a disputa do Superclássico das Américas contra a Argentina.

Nesta sexta-feira, no último treinamento antes da partida diante dos pernambucanos, Deco e Thiago Neves foram bastante exigidos em cobranças de falta e escanteios, armas consideradas fundamentais pelo técnico Abel Braga.

Veja também: Brasileirão tem público de países nanicos e perde feio da Argentina

Elicarlos, volante do Náutico
Divulgação
Elicarlos, volante do Náutico

Pelo lado do Náutico, o técnico Alexandre Gallo orientou seus comandados a procurarem tirar proveito da necessidade de vitória que tem o Fluminense.

"O Fluminense precisa da recuperação e, empurrado pela torcida, vai para o ataque. Precisamos jogar com inteligência, encontrando as brechas necessárias para chegarmos ao triunfo", diz o meia Souza.

Para este compromisso o Náutico terá o retorno de um dos seus principais jogadores. O atacante Kieza, recuperado de estiramento na coxa esquerda, reaparece e ocupa o posto de Araújo, que não pode enfrentar o Fluminense por questões contratuais, uma vez que seus direitos federativos pertencem ao clube carioca.

O zagueiro Jean Rolt, que cumpriu suspensão contra o Atlético, volta na vaga de Ronaldo Alves. Já Alessandro, por ter características mais defensivas, deverá permanecer na lateral direita, mesmo com Patric retornando de suspensão e estando à disposição de Gallo.

As duas equipes se enfrentaram no primeiro turno nos Aflitos, em Recife (PE). Naquela ocasião o Fluminense, em uma grande atuação individual se Diego Cavalieri, derrotou o Náutico por 2 a 0 com dois gols de Samuel.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X NÁUTICO

Local:  Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 22 de setembro de 2012 (Sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Fábio Pereira (TO)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Thiago Carleto (Carlinhos); Valencia, Jean, Deco e Thiago Neves; Wellington Nem e Fred
Técnico: Abel Braga

NÁUTICO: Gideão, Alessandro, Alemão, Jean Rolt e Douglas Santos; Elicarlos, Josa e Souza; Rogério, Rhayner e Kieza
Técnico: Alexandre Gallo

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.