Experiente volante do Palmeiras teria torcido o nariz para o nome de Emerson Leão, informação que ele negou nesta quinta-feira

Marcos Assunção é um dos mais experientes do elenco
Gazeta Press
Marcos Assunção é um dos mais experientes do elenco

O volante Marcos Assunção , um dos jogadores mais influentes do atual elenco palmeirense, disse nesta quinta-feira que não interferiu na escolha do novo treinador da equipe. Cotado para assumir o cargo, Emerson Leão teria sido vetado por alguns jogadores por conta do perfil polêmico.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

"Não sou o presidente do Palmeiras . É o presidente quem decide o nome do treinador", bradou Assunção. "Estou no Palmeiras para ajudar. Em dois anos e meio, nunca tive problema com ninguém aqui. Trabalhei com o Leão no Santos em 1998 e 1999 e não tive nenhum tipo de problema com ele, é um excelente profissional", disse.

Leia mais: Assunção pede para que Palmeiras jogue como time pequeno

Assunção tratou ainda de se colocar à disposição do novo treinador, Gilson Kleina. Mas não para dar sugestões sobre a escalação do time. "Quem sou eu para falar o que o treinador deve fazer? Mas acho que o Gilson Kleina tem que ser o que é e foi durante todo esse tempo nos clubes em que passou. Fazendo o trabalho que fez em outras equipes, com certeza vamos estar juntos, dispostos a sair dessa situação. O que importa é que estamos de braços abertos", assegurou.

*Com a Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.