Mesmo com a vitória por 2 a 0, nesta terça-feira, o time paulista continua na zona de rebaixamento da Série B

Em situação desesperadora na Série B do Campeonato Brasileiro, o Bragantino, mostrou força nesta terça-feira para vencer o América-MG por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, dando mostras que ainda pode brigar para escapar da degola. Mesmo com o triunfo, a situação do time paulista é delicada, com apenas 21 pontos, no 18º lugar.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O primeiro gol do jogo foi marcado pelo armador Mateus, que cobrou pênalti após lance que gerou expulsão do goleiro Neneca. O avante Barboza anotou o segundo fechando o placar. Errando muitos passes, o América-MG teve uma atuação ruim, que gerou muitas cobranças do técnico Mauro Fernandes, que gritou muito com seus comandados a beira do gramado.

Confira a classificação da Série B

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o América-MG vai receber o Grêmio Barueri, na próxima terça-feira, no estádio Independência. Já o Bragantino terá um bom tempo de preparação para receber o Atlético-PR, o jogo está marcado para sábado, dia 29, no Nabi Abi Chedid.

Jogadores do Bragantino celebram o primeiro gol da partida
Gazeta Press
Jogadores do Bragantino celebram o primeiro gol da partida

O jogo

Atuando em casa, o Bragantino iniciou a partida pressionando o América-MG, logo aos três minutos, Barboza recebeu com liberdade dentro da área, mas demorou demais para finalizar, a marcação do Coelho chegou para aliviar o perigo. Errando muitos passes, otime de Mauro Fernandes teve dificuldades na saída de bola, com isso, os defensores tiveram que apostar nas ligações diretas.Aos dez minutos, Jefferson Feijão tentou cruzamento e quase abriu o placar, mas a bola acertou o travessão do goleiro Neneca. Dominando as ações, o time da casa, chegava com perigo a todo o momento, o que motivou os gritos de insatisfação do treinador americano, que tentava orientar os comandados.

Mauro Fernandes aproveitou, inclusive, alguns instantes de paralisação do jogo, para que o volante Leandro Ferreira deixasse o estádio de ambulância, após receber forte pancada no olho, para conversar com os jogadores do alviverde. Mesmo com as orientações, o time de Bragança Paulista continuou com as rédeas da partida, criando as melhores chances de marcar.

Aos 24, o América-MG cometeu um erro de passe infantil, deixando o atacante Barboza em ótima condição para inaugurar o marcador, o jogador, porém, não estava com a pontaria calibrada e mandou longe do gol. Aos 30, foi a vez do lateral Jefferson Feijão mandar a canhota de fora da área, obrigando Neneca a se esticar todo para fazer a defesa.

As poucas chances do time mineiro nasceram em chutes de fora da área e em cobranças de falta, como aconteceu aos 34, com Pará assustando o goleiro Gilvan pela primeira vez. Aos 44, Diego Macedo fez boa jogada pela direita e chegou à linha de fundo, cruzando para a área, mas os atacantes do Massa Bruta chegaram atrasados no lance.

Na volta para o segundo o tempo, o goleiro Neneca saiu do gol para interceptar um cruzamento, mas usou de força excessiva em cima do atacante Barboza, cometendo pênalti na visão do árbitro Felipe Gomes da Silva, que ainda expulsou o arqueiro americano, facilitando a vida do Bragantino. Na cobrança, Mateus deslocou seu xará, que assumiu a meta do Coelho, abrindo o placar.

Em vantagem no marcador e no número de jogadores em campo, o time da casa, que já era melhor no jogo, acuou ainda mais os americanos, deixando poucas alternativas para o Coelho. Aos 18, Carlinhos desviou cruzamento, e de cabeça, quase ampliou. Aos 23, Barboza ganhou na velocidade do zagueiro Vinicius Simon e tocou na saída do goleiro, deixado o Bragantino em situação confortável na partida.

Sem poder de fogo, a melhor oportunidade do América-MG para diminuir o placar só surgiu, aos 26, em um tiro do volante Agenor, que passou sobre o travessão. Com 35 minutos o avante Alessandro sentiu uma lesão muscular, como o Coelho já havia feito às três mudanças possíveis, o jogador aguentou no sacrifício, o que atrapalhou ainda mais os visitantes, que amargaram a derrota.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 2 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 18 de setembro de 2012 (terça-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Michael Correia (RJ)

Cartões amarelos: Glauber, Mateus e Toninho (Bragantino) Boiadeiro e Adeílson (América-MG)

Cartão vermelho: Neneca (América-MG)

Gols:
BRAGANTINO: Mateus, aos seis, e Barboza, aos 23 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Gilvan; Diego Macedo, André Astorga, Walter (Toninho) e Jefferson Feijão (Léo Jaime); Carlinhos, Preto, Glauber, Preto e Mateus; Barbosa e Tiago Chulapa (Caion)
Técnico: Vágner Benazzi

AMÉRICA-MG: Neneca; Boiadeiro, Gabriel, Vinícius Simon e Pará; Agenor, Marquinhos Paraná, Leandro Ferreira (Thiaguinho) e Geovanni (Adeílson); Alessandro e Fábio Júnior (Matheus)
Técnico: Mauro Fernandes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.