Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Argentinos querem aproveitar chance contra Brasil e elogiam Neymar

Atletas como Montillo, do Cruzeiro, Barcos, do Palmeiras, Guiñazu, do Internacional, e Martínez, do Corinthians, terão a chance de provar o seu valor na Argentina

iG São Paulo * |

Os dois confrontos do Superclássico das Américas podem até estarem ‘desfalcados’ dos jogadores brasileiros e argentinos que atuam na Europa, mas mesmo assim, as partidas prometem chamar a atenção pelo fato de jogadores que atuam aqui no Brasil terão a oportunidade de vestir a camisa da seleção brasileira e também da Argentina. Do lado dos arquirrivais brasileiros, atletas como Montillo, do Cruzeiro, Barcos, do Palmeiras, Guiñazu, do Internacional, e Martínez, do Corinthians, terão a chance de provar que têm o seu valor.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

AFP
Barcos treina com a seleção argentina antes do confronto diante do Paraguai, pelas Eliminatórias

Além de, naturalmente, quererem buscar uma vaga na seleção de seu país, para disputarem as Eliminatórias para a Copa do Mundo, os argentinos prometem que vão entrar em campo com muita vontade.

Leia mais:  Mano monta Brasil com trio de ataque Lucas, Luis Fabiano e Neymar

"Estamos representando um país de 40 milhões de habitantes. Respeitamos a seleção brasileira, mas não seria justo encarar esta partida de outra maneira que não fosse uma decisão. Temos que fazer o nosso melhor", disse o meia Montillo.

Principal atacante do elenco palmeirense, Hernán Barcos também quer agarrar a chance com unhas e dentes. "É uma oportunidade única, sempre trabalhei para isso. Creio que posso ajudar a Argentina. Tenho que aproveitar este momento", destacou o camisa 9 do Verdão.

Confira ainda:  Mano diz que cobrança da torcida é excessiva e reclama de "desrespeito"

Martínez, atacante do Corinthians, ainda falou bem do futebol praticado por aqui. "O futebol brasileiro é muito bom. Os estádios são ótimos, com belos gramados. O Serra Dourada é um ótimo campo, temos tudo para fazer um grande jogo", elogiou.

Para o cruzeirense Montillo, um dos atletas que estará vestindo a camisa da Seleção Brasileira já é motivo suficiente para acreditar que o clássico do futebol sul-americano e mundial será de qualidade. E o nome dele é Neymar, do Santos. "Talvez os argentinos não o vejam tão frequentemente, mas nós aqui os vemos sempre. No futebol local, no futebol brasileiro, é um jogador totalmente diferente dos que vi jogar. Foi o melhor que vi. É um jogador com técnica acima de muitos", frisou o meio-campista.

"A comparação é sempre com Messi, ainda acho que Neymar está um pouco abaixo. Porém, creio que está entre os cinco (melhores) do mundo. Na Seleção, ainda não mostrou o que todos esperam, mas no Santos, em todas as partidas, faz sempre a diferença", afirmou.

Guiñazu, do Internacional, ainda fez questão de contar o ‘segredo’ para parar o atacante de 20 anos de idade. "Todos sabem da qualidade do Neymar, é muito complicado marcá-lo, um jogador sozinho não consegue", contou.

O primeiro jogo do Superclássico das Américas será realizado nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o jogo de volta será disputado no dia 3 de outubro, na cidade de Resistência, na Argentina.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG