Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

“Exterminador”, Romarinho diz que se assustou com polêmica no clássico

Atacante aceita apelido após voltar a balançar as redes contra o Palmeiras e volta a afirmar que não quis provocar torcida rival

iG São Paulo * |

Gazeta Press
Romarinho abriu o placar para o Corinthians contra o Palmeiras

Contratado pelo Corinthians depois de se destacar no Paulistão pelo Bragantino, o atacante Romarinho já fez o Palmeiras de vítima em duas oportunidades. No primeiro turno do Brasileirão , marcou os dois gols na vitória por 2 a 1. E, no domingo, abriu o placar no triunfo por 2 a 0, que jogou o rival à vice-lanterna.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Por ter se tornado um incômodo para o Palmeiras, é considerado "exterminador" do rival. "É uma brincadeira, tem que agir de forma natural. Venho dando sorte contra o Palmeiras, mas pode ser. É um apelido legal", disse o atacante.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

No jogo deste domingo, Romarinho abriu o placar após roubou a bola do palmeirense Juninho dentro da área e bateu cruzado, para vencer o goleiro Bruno. Na animação pelo gol, comemorou de frente para a torcida do Palmeiras - mandante do clássico. A ação, um acidente, segundo ele, gerou uma confusão que o assustou.

Leia também:  Na casa do rival, diretor do Corinthians tripudia de crise do Palmeiras

"Na hora eu assustei um pouco, sim. Fui comemorar naturalmente e o Douglas foi me tirar de lá. Se não é o Luan para começar tudo isso, não tinha acontecido nada. Ele que começou, mas fiquei tranquilo: peguei e saí fora", alegou o jogador. "O Pacaembu também é nossa casa. A nossa torcida sempre fica lá e fui por impulsão, não para provocar", acrescentou.

E mais: Corinthians se reapresenta após clássico sem convocados e Tite

Apesar da justificativa, a atitude de Romarinho incomodou muito os rivais. Capitão do Palmeiras, o volante Marcos Assunção chegou a dizer que o camisa 31 pode correr riscos, caso encontre um torcedor palmeirense na rua. Tite, seu treinador, porém, afirmou que o atacante não teve a intenção de "tripudiar" em cima do oponente, ameaçado pelo risco do rebaixamento.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: genetcorinthiansromarinhosustopolêmicaderbypalmeiras

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG