Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Neymar se despede de Ganso e brinca sobre San-São: “Eu vou ganhar”

Negociação com o São Paulo começou logo depois dos Jogos Olímpicos de Londres e deve ser concluída nesta segunda-feira

Gazeta |

Depois de marcar os dois gols da vitória do Santos sobre o Coritiba , neste domingo, e levar o terceiro cartão amarelo que o impede de entrar em campo contra a Portuguesa, na semana que vem, o atacante Neymar confirmou a proximidade da despedida de Paulo Henrique Ganso, que pode ser anunciado como reforço do São Paulo no início desta semana.

Sem o antigo companheiro e padrinho de seu filho Davi Lucca lado a lado, Neymar já brinca sobre a possibilidade de enfrentá-lo em um clássico regional a partir de 2013: "Acho que vai ser um pouco esquisito, mas eu vou ter que ganhar dele. Vai ser a primeira vez em que eu vou ter que vencer alguém com quem jogo junto e convivo tanto tempo".

Muricy lamenta arbitragem muito rigorosa e vaias “chatas” a Neymar

"É uma coisa muito triste. Eu já estou há mais de quatro anos concentrando com ele no Santos. Nas vezes em que ele ficou lesionado eu já senti falta das brincadeiras, de ficar comendo besteira até tarde, na internet. Mas futebol é assim e uns amigos vão embora mesmo, outros ficam", lamentou o camisa 11 santista, com a voz embargada.

Muricy Ramalho praticamente descarta vaga no G-4: “Está difícil”

Ganso está em litígio com a diretoria do Santos desde 2010, quando o contrato de Neymar foi renovado com números maiores, mas o dele não em função da primeira grave lesão de sua carreira. A negociação com o São Paulo começou logo depois dos Jogos Olímpicos de Londres e deve ser concluída nesta segunda-feira, quando o Peixe responderá a definitiva proposta do Tricolor: R$ 23,8 milhões por 45% dos direitos federativos.

Neymar chora em entrevista - Se a saída do compadre Ganso emocionou Neymar neste domingo, descobrir que seria pai, em maio do ano passado, fez o jogador ir às lágrimas. Em entrevista à TV Globo, o santista não escondeu a emoção: "Deu medo de falar para todo mundo. Na hora de falar eu travava. Aí eu desabei e comecei a chorar também. Não foi programado, mas hoje é minha alegria, minha felicidade".

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG