Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Daniel Alves dá conselho a Kaká e diz que "já teria saído do Real Madrid"

Lateral do Barcelona e da seleção brasileira diz que o meia merece mais respeito do clube espanhol

Gazeta |

Getty Images
José Mourinho e Kaká tem péssima relação no Real Madrid

Um dos grandes laterais do mundo, Daniel Alves mostra que não se importa apenas com o bom andamento de sua carreira, mas também tem interesse no rumo da vida profissional de seus colegas, como o amigo Kaká. O atleta do Barcelona e da seleção brasileira lamentou a situação vivida pelo companheiro em seu clube, o Real Madrid, onde é apenas um reserva pouco valorizado.

Leia também:  Brasil domina mercado, mas vê jogadores virarem coadjuvantes no futebol europeu

"Se eu fosse o Kaká, há muito tempo teria deixado o Real Madrid, porque na minha vida eu adoro jogar futebol e, se não me deixam fazer o que eu gosto, perco o sentido da minha vida. Me sinto muito triste por ele, porque o admiro muito e não gostaria de passar pela situação que ele está enfrentando", disse, em entrevista ao Esporte Interativo .

Você concorda com Daniel Alves? Deixe seu comentário!

Alves ainda comentou a condição de Kaká no clube de Madri. "Ele conseguiu chegar aonde poucos chegaram, que é ser o melhor jogador do mundo, mas agora não tem o respeito como profissional. É como eu digo: não tem o respeito de seus donos, que é o clube onde está. Teria que haver um respeito com quem já foi o melhor do planeta. Acredito que no Barcelona ele não estaria passando por isso", continuou.

O lateral direito ainda admitiu ter admiração pelo técnico do Real Madrid, José Mourinho. "Uma das coisas que admiro nele é o jeito que falam bem dele. Sua forma de falar não é como a minha, mas se todos só se referem bem a ele, deve haver um motivo", observou.

Leia também: Após derrota, Mourinho diz que Real Madrid ainda "não tem um time"

Além do técnico português, Pep Guardiola, seu ex-comandante no Barcelona, também foi muito elogiado pelo brasileiro. "Guardiola te dizia: ‘confie em mim e a gente vence’. Por isso o admiro tanto. Guardiola é capaz de te convencer sobre qual é o caminho para ganhar", falou. "Com todo respeito aos treinadores brasileiros, mas por todo o tempo que passei e trabalhei com ele, digo que ele teria a capacidade de assumir a seleção brasileira e qualquer outra seleção do mundo. Depois de dirigir o Barcelona, com tudo que você aprende, é capaz de comandar qualquer time do planeta", opinou o defensor da equipe azul-grená.

Cristiano Ronaldo, maior estrela do arquirrival do Barça, Real Madrid, é outro que desperta apreço por parte de Dani Alves. "Se eu fosse dono de um clube, gostaria muito de ter o Cristiano Ronaldo na minha equipe. Cada um tem a sua maneira, por isso não critico. Eu sou mais do ‘perfil Messi’: humilde, simples, não tem nenhum mistério", declarou, alogiando o argentino. "Messi é tudo o que falam e muito mais. É um cara com personalidade forte, tímido e amigo de todos. Tenho a honra de tê-lo como amigo", confessou.

Leia tudo sobre: daniel alveskakáreal madridbarcelona

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG