Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Palmeirenses invadem área de camarotes e deixam dirigentes acuados

Membros de organizada cobram Frizzo e Tirone por derrota em clássico para o Corinthians

Bruno Winckler iG São Paulo | - Atualizada às

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, e o vice-presidente, Roberto Frizzo, foram o principal alvo de protesto de torcedores do clube após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians neste domingo no Pacaembu. Nos minutos finais da partida, cerca de 20 torcedores pularam as grades que separam as arquibancadas das numeradas e camarotes e correram em direção ao local onde estavam os dirigentes palmeirenses.

A medida que os invasores subiam pelas numeradas, torcedores que estavam nas cadeiras começaram a correr e fugir de onde passavam os membros das organizadas. A PM precisou intervir e prendeu seis dos torcedores os encaminhando para o Jecrim (Juizado Especial Criminal) do Pacaembu.

VEJA TAMBÉM:  Palmeiras se desespera e é presa fácil para o Corinthians no Pacaembu

“Vamos tocar fogo no Frevinho”, gritaram alguns dos torcedores, citando o restaurante que Frizzo administra em São Paulo. Às 18h20, trinta minutos depois do fim do jogo com a torcida já dispersada, Tirone e Frizzo deixaram o camarote e se dirigiram para os vestiários com o estádio já vazio. Tirone, com quatro seguranças, não se pronunciou.

Frizzo, muito abatido, tentou contornar a situação. “Não é momento nem de se pensar. É momento de tranquilidade. Compreendo a revolta, mas sou contra qualquer tipo de ameaça física. Não é por aí. O time jogou com coragem, dividiu, correu, teve a expulsão (de Luan).O adversário é muito bom, tem a defesa como ponto forte, mas o time reagiu e se empenhou, sim”, disse Frizzo. “Vamos sair fora disso (do rebaixamento)”, completou.

O Palmeiras tem 20 pontos e divide a última posição do Brasileirão com o Atlético-GO. Sábado tem compromisso contra o Figueirense em confronto direto contra o rebaixamento, em Florianópolis.

Leia tudo sobre: palmeirasbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG