Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Inter reage após sair perdendo, mas só empata com o Sport em casa

Rithely e Gilsinho fizeram os gols do time pernambucano. Cassiano e Leandro Damião marcaram para os gaúchos

Gazeta |

A meta do Internacional de conquistar seis pontos nos dois jogos em sequência dentro de casa foi por água abaixo, quase que literalmente. Em um domingo muito chuvoso no Beira-Rio, o time colorado foi surpreendido no primeiro tempo, levando dois gols do Sport, mas conseguiu reagir no segundo e chegou ao empate em 2 a 2. Rithely e Gilsinho fizeram os gols do time pernambucano. Cassiano e Leandro Damião marcaram para os gaúchos.

Mesmo reagindo, o resultado não deixa de ser decepcionante para o Inter, que permanece seis pontos longe da zona da Libertadores. A equipe de Fernandão termina a 25ª rodada na 7ª colocação, com 37 pontos, contra 43 do Vasco, que está em 4º. Já o Sport, com o resultado, foi a 24, em 17º.

A partida deste domingo teve predomínio dos visitantes no primeiro tempo. À exceção de duas boas chegadas no começo do jogo, o Inter se viu controlado pelo Sport, que criou várias chances na etapa inicial e abriu 2 a 0 ao natural. Na etapa final, o Inter reagiu, conquistou o empate, mas não teve forças de chegar à virada.

Na próxima rodada, o Internacional tentará reabilitação contra o Bahia, domingo, no Beira-Rio. O Sport, que ainda não tem chances de sair da zona de rebaixamento, recebe o Coritiba, na Ilha do Retiro, também domingo.

O jogo
O domingo foi marcado por muita chuva em Porto Alegre, o que retirou público do Beira-Rio, mesmo que o Internacional tenha feito promoção para atrair mais torcedores ao jogo. Logo no começo, os poucos colorados que se aventuraram a comparecer na partida levaram um susto: aos dois minutos, Felipe Azevedo percebeu o avanço de Renêe tocou para o companheiro, que chutou cruzado e obrigou Muriel a uma grande defesa.

A partir daí, o Inter começou a se impor na partida. Aos sete minutos, a maior chance colorada na etapa inicial: a zaga do Sport saiu jogando errando e Forlán ficou livre. O uruguaio tocou para Leandro Damião que, na cara do gol, resolveu enfeitar e tocou de letra, possibilitando a defesa de Saulo. O goleiro pernambucano seria importante também aos 11 minutos, em chute longo de Édson Ratinho que foi espalmado para escanteio.

Depois disso, só deu Sport. Aos 19 minutos, Rithley soltou uma bomba do meio da rua e Muriel fez ótima defesa, espalmando. Aos 31, Hugo sofreu falta na intermediária. Bruno Aguiar bateu forte e levou perigo. Quatro minutos depois, a superioridade pernambucana se transformou em gol: Gilsinho achou Rithely na área com um ótimo passe, que deixou o volante na cara de Muriel. Ele só teve o trabalho de deslocar o goleiro colorado para abrir o placar.

Em vez de partir para cima em busca do empate, o Inter sentiu o gol e permitiu um verdadeiro massacre do Sport no fim do primeiro tempo. Aos 39, Renê cruzou no segundo pau, Gilsinho se esticou e tocou para o gol, mas Muriel conseguiu a defesa. Dois minutos depois, Gilsinho levaria a melhor sobre o goleiro colorado: em cruzamento de Moacir, entrou de peixinho e fez 2 a 0. Aos 43, Edcarlos recebeu na cara do gol, mas tocou por cima, perdendo a chance do terceiro.

Para tornar a equipe do Inter mais ofensiva, Fernandão tirou o estreante volante Rodrigo Dourado no intervalo, colocando o atacante Cassiano. A equipe veio para o tudo ou nada, pressionando desde o início. Aos 11, Fred achou Damião na meia-lua, o centroavante girou, mas mandou por cima do gol.

Aos poucos, a pressão ia se tornando maior. Aos 15 minutos, D’Alessandro cobrou falta no ângulo e a bola passou raspando a trave de Saulo. Dois minutos depois, o gol: após cabeçada de Rodrigo Moledo, Cassiano aproveitou o rebote e descontou. A partir daí, o jogo se tornou praticamente de meia-linha, com o Inter no ataque e o Sport tentando segurar a vantagem.

Mesmo sem jogar bem, o Inter ia criando na base do abafa. Aos 28, Lucas Lima fez boa jogada, invadiu a área e chutou cruzado, mas Cassiano chegou atrasado e não conseguiu o toque de carrinho. Aos 30, o empate: curtindo uma de lateral direito, Rodrigo Moledo recebeu passe na ala e cruzou para Leandro Damião, que chegou para mandar de primeira para as redes: 2 a 2.

O gol, em vez de jogar o Inter para cima em busca da vitória, amornou o jogo. A primeira boa chance após o empate foi do Sport: aos 37, Rivaldo, que recém havia entrado no jogo, mandou uma bomba, para ótima defesa de Muriel. O Inter respondeu aos 39, em cabeçada perigosa de Damião por cima do gol. Já nos descontos, D’Alessandro levantou falta da intermediária, Índio ganhou por cima, mas a bola raspou o poste.

FICHA TÉCNICA -  INTERNACIONAL 2 x 2 SPORT

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de setembro de 2012, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Cartão amarelo: Cicinho, Edcarlos, Gilsinho, Williams e Willian Rocha (Sport)

Gols: INTERNACIONAL: Cassiano, aos 17, e Leandro Damião, aos 30 minutos do segundo tempo SPORT: Rithely, aos 35, e Gilsinho, aos 41 minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Édson Ratinho, Rodrigo Moledo, Índio e Zé Mário (João Paulo); Rodrigo Dourado (Cassiano), Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Forlán (Lucas Lima) e Leandro Damião.
Técnico: Fernandão

SPORT: Saulo; Cicinho, Edcarlos, Bruno Aguiar e Renê (Williams); Tobi, Rithely (Rivaldo), Moacir e Hugo; Gilsinho (Willian Rocha) e Felipe Azevedo.
Técnico: Waldemar Lemos

Leia tudo sobre: InternacionalSportbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG