Maurício Ramos pede que elenco alviverde não se abata com a derrota para o Vasco em São Januário

Com o revés por 3 a 1 para o Vasco , nesta quarta-feira, o Palmeiras acumulou sua 14ª derrota em 24 rodadas do Campeonato Brasileiro . É o time que mais vezes perdeu na competição e está em penúltimo lugar, a sete pontos do Flamengo, primeiro clube fora da zona de rebaixamento. Mas nada disso é suficiente para deixar o zagueiro Maurício Ramos aflito.

VEJA:  Palmeiras leva virada, reabilita o Vasco e fica a sete pontos de sair da degola

"A situação ainda não é dramática", afirmou o zagueiro, logo depois da virada por 3 a 1 cedida pela equipe em São Januário. "Não foi o resultado que queríamos, mas temos que levantar a cabeça", continuou o camisa 15 do clube paulista.

MAIS: Após nova derrota e protestos contra Felipão, meia sai em defesa do técnico

Apesar das declarações do defensor, o abatimento esteve claro na fisionomia dos atletas ao partir para os vestiários do estádio cruz-maltino. Quem se dispôs a dar entrevistas procurava palavras para demonstrar alguma esperança para evitar o segundo rebaixamento da história do clube.

O Palmeiras será rebaixado? Deixe seu comentário!

"É complicado, mas temos que trabalhar e fazer o nosso melhor", discursou Obina, que entrou no segundo tempo no lugar de Barcos. "Vacilamos e em desatenções tomamos o gol", lamentou Luan, que abriu o placar nesta noite.

A 14 rodadas do final da liga nacional, o Palmeiras tenta se reerguer no domingo, diante do arquirrival Corinthians. O clássico será realizado no Pacaembu, com mando e maioria de torcida para o clube alviverde.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.