Tamanho do texto

Equipe de Vanderlei Luxemburgo tenta se reabilitar na competição após derrota na última rodada para o Corinthians

O Grêmio vem de derrota para o Corinthians no Brasileiro
Futura Press
O Grêmio vem de derrota para o Corinthians no Brasileiro

A derrota por 3 a 1 para o Corinthians, no último sábado, foi encarada com naturalidade pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, que não alterou seu planejamento: o Grêmio tem que fazer 37 pontos neste returno para garantir vaga na Libertadores e ter chances de título. Esta projeção seguramente inclui uma vitória nesta quinta-feira, na difícil partida diante do Náutico, no Olímpico, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Nesta terça, antes do treino, Luxemburgo conversou demoradamente com o elenco gremista. O propósito do papo é evitar os "apagões". No sábado, a equipe já perdia por 2 a 0 para o Corinthians com 10 minutos de jogo no Pacaembu. A ideia para enfrentar o Náutico é tentar repetir a pressão exercida na quarta-feira da semana passada, quando o time vencia o Atlético-GO por 2 a 0, no Olímpico, antes dos 20 minutos de partida.

Leia mais:  Luxemburgo confirma Grêmio quase completo para encarar o Náutico

Atual 3º colocado na tabela, com 44 pontos, o Grêmio terminará a rodada na mesma colocação, qualquer que seja seu resultado. A equipe está cinco pontos à frente do Vasco, o 4º colocado, e quatro atrás do vice-líder Atlético-MG. É buscando se aproximar do Galo e do líder Fluminense, que tem 50, que o time de Luxa entra em campo nesta quinta-feira.

Para alcançar os objetivos, o treinador tricolor terá time praticamente completo à disposição. Entre os titulares, somente o meia Zé Roberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, não joga. Em seu lugar entra Marquinhos. O centroavante André Lima, também suspenso, deixa de ser opção no banco. No entanto, Luxa contará com o retorno do titular Marcelo Moreno, que não jogou as duas últimas partidas por estar a serviço da seleção boliviana. Outro que volta ao time é Anderson Pico, recuperado de desconforto muscular.

O Náutico faz uma campanha até surpreendente, após ir mal no primeiro semestre deste ano. No entanto, a equipe já viveu dias melhores neste Campeonato Brasileiro. Há três jogos sem vitória, o Timbu foi goleado pelo Cruzeiro (3 a 0) fora de casa, empatou nos Aflitos com o Vasco (1 a 1) e levou 3 a 1 do Botafogo, no Engenhão, na última rodada. A campanha fora de casa não assusta: apenas uma vitória em 12 jogos, com aproveitamento de 14%. "A diferença dos times grandes para as que brigam na parte intermediária da tabela é que em um lance eles definem a vitória, como aconteceu hoje", disparou o irritado volante Elicarlos, após a derrota para o Botafogo, no último domingo. Já o técnico Alexandre Gallo adotou um discurso mais otimista: "A reação atuando fora de casa me animou, tivemos a posse de bola, atacamos mais e merecíamos o empate".

Um dos principais jogadores da equipe pernambucana, que está na 12ª posição, com 28 pontos, não atuará no Olímpico: é o atacante Araújo, que ganhará um descanso devido ao acúmulo de jogos. Ao menos, Gallo contará com a volta do meia Martinez, um dos destaques da equipe na competição até o momento.

Jogo com muita história nos últimos anos dentro do futebol brasileiro, o último Grêmio x Náutico da história do Olímpico deverá contar com grande público. Mais uma vez, a direção gremista faz uma promoção para lotar o estádio e formar um caldeirão que empurre o Tricolor a mais uma vitória. Quem comprar um ingresso leva outro de graça se doar 3kg de alimento não perecível. Na partida contra o Atlético-GO, 46 mil pessoas entraram no estádio e cerca de cinco mil ficaram do lado de fora devido à superlotação.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X NÁUTICO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 13 de setembro de 2012, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano e Marquinhos; Kléber e Marcelo Moreno.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

NÁUTICO: Gideão; Patrick, Ronaldo Alves, Jean Rolt e Lúcio; Elicarlos, Souza, Martinez e Rhayner; Rogério e Dimba.
Técnico: Alexandre Gallo