Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Botafogo e Internacional fazem duelo direto para não se afastar do G-4

Partida no Engenhão pode ser decisiva na briga para se aproximar da zona de classificação para a Libertadores

iG Rio de Janeiro * |

Gazeta Press
Oswaldo de Oliveira teme o desempenho do Botafogo no Engenhão

A partida entre Botafogo e Internacional, nesta quinta-feira, às 21h, pode ser decisivo para as pretensões dos dois times no Campeonato Brasileiro. Ambos precisam vencer se quiserem continuar com ambições de chegar ao G-4 e conquistar a vaga para a Libertadores. 

Quem ganha a partida? Botafogo ou Internacional? Deixe seu comentário!

As duas equipes chegam quase juntas na tabela. O momento do clube carioca, que tem 37 pontos, é melhor, pois os cariocas ganharam os três últimos jogos, sendo o mais recente por 3 a 1 diante do Náutico. Já o Inter, que tem dois pontos a menos, quer se reerguer após ser derrotado, em casa, pelo Fluminense por 1 a 0.

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, acredita que a partida contra o Internacional é mais uma que pode ser considerada chave dentro dos planos do time no Campeonato Brasileiro. O treinador nunca escondeu do grupo a preocupação quando o rendimento em jogos dentro do Engenhão não era dos melhores e tem batido sempre nesta tecla antes das partidas em que o Alvinegro é o mandante.

Leia também:  Fernandão confirma Ratinho e Zé Mário nas laterais do Internacional

"Ganhamos os últimos jogos que realizamos em casa e isso foi determinante para o salto que conseguimos dar na tabela de classificação. Estamos mais perto da zona de classificação da Libertadores, porque melhoramos esse desempenho. O ritmo contra o Internacional precisa ser o mesmo, pois mais uma vez a vitória será o resultado que mais vai nos interessar", afirmou Oswaldo.

Se Oswaldo vem exigindo de seus comandados a vitória em casa, os atletas gaúchos reconhecem que precisam recuperar contra o Botafogo os pontos perdidos diante do Fluminense. "Sabemos que os pontos perdidos dentro de casa são muito difíceis de se recuperar, pois o grau de dificuldade longe do Beira-Rio aumenta consideravelmente. Precisamos pontuar fora e o jogo contra o Botafogo é a primeira oportunidade que teremos para isso", afirmou o goleiro Muriel.

Gabriel Cardoso
Muriel quer pontuar contra o Botafogo para recuperar os pontos perdidos contra o Fluminense

Nesta partida, o Botafogo deverá contar com o apoio em massa da torcida, já que a diretoria fez algumas promoções para atrair os torcedores, além de manter a redução no preço dos ingressos. Esse fato tem empolgado os jogadores, que admitem a necessidade de se empenharem no limite dentro de campo.

"A torcida deve comparecer e apoiar e precisa ter a paciência para nos ajudar, assim como aconteceu contra o Náutico, quando em alguns momentos não estivemos cem por cento, mas conseguimos construir o resultado positivo. Vamos ter muitas dificuldades contra o Internacional, que é um rival bem qualificado. Portanto, teremos que jogar sempre no nosso limite", disse o meia Elkeson.

Leia também:  Empolgado, Lucas diz que convocação para seleção é um sonho realizado

Em termos de escalação, a principal dúvida no Botafogo envolve o aproveitamento do craque do time, o meia holandês Seedorf, poupado dos últimos treinos por conta de dores na coxa esquerda. Seedorf deu lugar a Cidinho no treino da manhã desta quarta-feira e ficou na academia de General Severiano fazendo musculação, mas ainda não é ausência confirmada para o confronto.

Caso ele seja vetado, Cidinho e Lodeiro, que estava servindo à seleção uruguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil, disputam posição. Oswaldo terá o retorno do zagueiro Fábio Ferreira e do lateral esquerdo Márcio Azevedo, que cumpriram suspensão diante do Náutico e reaparecem nas vagas de Brinner e de Lima, respectivamente.

Gazeta Press
Forlán é dúvida contra o Botafogo

O Internacional tem desfalques e reforços para esta partida. Os laterais Nei e Fabrício, expulsos contra o Fluminense, cumprem suspensão. Assim, Édson Ratinho atuará pelo lado direito, com Zé Mário ganhando oportunidade pelo lado esquerdo. O meia D’Alessandro, recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda, reaparece e será o principal responsável por municiar o ataque, que terá a volta de Leandro Damião, que estava servindo à Seleção Brasileira.

O companheiro de Damião é um mistério, já que ninguém sabe se Forlán, que estava com a seleção do Uruguai, terá condições físicas de entrar em campo. Caso ele fique fora, Cassiano deverá assumir o posto, uma vez que Dagoberto, com dores na coxa direita, foi vetado. Dátolo, lesionado, e Bolívar, por opção técnica, nem viajam com a delegação para o Rio de Janeiro.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), e o Botafogo, em uma de suas melhores exibições nesta temporada, conseguiu a vitória, de virada, por 2 a 1. Andrezinho e Fellype Gabriel marcaram os gols dos botafoguenses, depois que Dagoberto abriu o marcador para o Internacional.

FICHA TÉCNICA 
BOTAFOGO X INTERNACIONAL

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de setembro de 2012 (Quinta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Elmo Resende Cunha (GO)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (Fifa-SP) e Ivan Bohn (PR)

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas, Fábio Ferreira, Dória e Márcio Azevedo; Gabriel, Jadson, Fellype Gabriel, Andrezinho e Seedorf (Cidinho ou Lodeiro); Elkeson
Técnico: Oswaldo de Oliveira

INTERNACIONAL: Muriel, Édson Ratinho, Rodrigo Moledo, Índio e Zé Mário; Guiñazu, Josimar, Fred e D’Alessandro; Diego Forlán (Cassiano) e Leandro Damião
Técnico: Fernandão

*com Gazeta

Leia tudo sobre: botafogointernacionalbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG