Lateral brasileiro do Arsenal é acusado de direção perigosa por correr a mais de 200 km/h com seu carro nas ruas de Londres

EFE

André Santos, lateral do Arsenal
Divulgação
André Santos, lateral do Arsenal

O lateral-esquerdo André Santos , do Arsenal , foi acusado por condução perigosa após incidente ocorrido em agosto, em Londres. No dia 17 do mês passado, a polícia chegou a deter o jogador em Mill Hill, no norte da capital britânica, nas imediações do centro de treinamento do clube inglês.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Na quarta-feira, André, ex-Corinthians, prestou depoimento sobre o caso. O julgamento do brasileiro deve ocorrer no dia 27 de setembro. Segundo o jornal sensacionalista "The Sun", no dia do incidente, policiais mandaram o lateral parar seu Maserati Gran Turismo - veículo avaliado em mais de R$ 350 mil - ao observarem irregularidades na condução. Se condenado, o brasileiro pode pegar até dois anos de prisão.

"André Santos, 29 anos, de East Finchley, norte de Londres, foi acusado de condução perigosa e ter dirigido sem o devido cuidado e atenção no dia 17 de agosto deste ano, em Mill Hill, noroeste de Londres", informa comunicado da polícia londrina.

No entanto, o brasileiro, de 29 anos, não acatou a ordem dos agentes e, por isso, foi perseguido. Na fuga, o carro de André Santos teria ultrapassado 209km/h, segundo o jornal.

Confira outros atletas que já tiveram problemas com a Justiça:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.