Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Goiás amplia jejum do Criciúma e encosta no segundo lugar da Série B

O gol da vitória de 1 a 0 saiu logo aos três minutos de jogo, em um forte chute de Ramon

Gazeta |

A fase ruim que o Criciúma vive no Brasileiro da Série B ganhou mais um agravante nesta terça-feira. O time não conseguiu se reabilitar diante do Goiás, no Serra Dourada, e deixou o estádio com uma derrota por 1 a 0 na bagagem. O resultado leva o clube para o seu terceiro jogo sem vitória e coloca o Goiás na cola do vice-líder da competição nacional.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O gol marcado pelos donos da casa saiu logo aos três minutos de jogo, em um forte chute de Ramon. Sem poder de reação, o Tigre catarinense ainda teve Nirley expulso no segundo tempo e se viu impossibilitado de buscar a igualdade no marcador. A fragilidade no meio-campo fez com que o Goiás crescesse ainda mais no duelo e alcançasse os mesmos 46 pontos que o time de Paulo Comelli soma na segunda colocação do torneio.

Confira a classificação da Série B

Com a chance de ultrapassar o seu concorrente direto já na próxima rodada, o Goiás voltará a trabalhar para manter a invencibilidade de cinco jogos neste sábado, contra o Atlético-PR, no próprio Serra Dourada. O Criciúma, por sua vez, terá a missão de se redimir com o seu torcedor e buscar um resultado que possa apagar a sequência negativa diante do ASA, no estádio Heriberto Hülse.

Gazeta Press
Goiás e Criciúma jogaram no Serra Dourada


O jogo

A velocidade com que o Goiás iniciou a partida e as dimensões do gramado do Serra Dourada confundiram o Criciúma no início do confronto e provocou o gol esmeraldino já aos três minutos do primeiro tempo. Após receber grande lançamento de Vítor, o meia Ramon adentrou a área pela ponta direita e fuzilou Michel Alves para abrir a contagem.

Com a vantagem no marcador, os donos da casa viram seu adversário desestabilizado com a contusão precoce de Elias, aos dez minutos, e a entrada de Fransérgio em seu lugar. Como nada dava certo para os catarinenses, o Goiás voltou a se lançar no ataque e obrigou Michel Alves a praticar grande defesa em chute de Vítor, aos 20 minutos.

No lance seguinte em seu campo ofensivo, o Esmeraldino recuperou a bola após saída errada do arqueiro adversário, mas Iarley não conseguiu concluir o cruzamento de Vítor. O time ainda teve a chance de ampliar aos 32, em boa trama construída por Ramon e Amaral. Entretanto, o forte chute do volante parou novamente nas mãos do goleiro Michel Alves.

O término do primeiro tempo poderia significar uma mudança de postura dos catarinenses, mas o destempero emocional da equipe provocou o lance que contribuiria em grande parte para a vitória do Goiás. Logo aos quatro da etapa complementar, Nirley entrou muito duro em Egídio e recebeu o cartão vermelho direto do árbitro Héber Roberto Lopes.

A desvantagem numérica colocou os anfitriões em posição confortável e permitiu o controle absoluto do jogo. Em chances esporádicas, a equipe ameaçava Michel Alves e mantinha a zaga do Criciúma em alerta. Aos 18, o goleiro fez boa intervenção em chute de Iarley, assim como aos 25, em forte finalização do atacante Walter.

O Criciúma, por sua vez, tentava se aproveitar dos contra-ataques, mas sentia a ausência de um homem de referência na frente. O Tigre poderia ter igualado em arrancada de Válber, só que a recuperação precisa da zaga impediu a finalização na cara de Harlei. Já o Goiás continuava apostando nos chutes de fora da área e, aos 30 minutos, Walter finalizou forte para que Michel Alves praticasse outra grande intervenção.

O centroavante também teria mais duas oportunidades de sacramentar a vitória de sua equipe nesta terça-feira. Porém, a sua ineficiência nas finalizações impediram o Esmeraldino de chegar ao segundo gol. Aos 37, Walter recebeu grande passe de Júnior Viçosa e chutou nas arquibancadas do Serra Dourada. Três minutos depois, o atacante tentou aproveitar o rebote da cabeçada de Júnior Viçosa no travessão e conseguiu jogar para a linha de fundo.

Assim como o seu companheiro do setor ofensivo, Egídio recebeu de Ricardo Goulart, aos 47, e colocou na frente da marcação. Após invadir a área pela ponta esquerda, o lateral mandou uma paulada para o gol e arrancou tinta da trave defendida pelo goleiro do Criciúma.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 CRICIÚMA

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 11 de setembro de 2012, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR)
Assistentes: José Carlos Dias Passos e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)
Cartões Amarelos: Iarley, Egídio e Ramon (Goiás)
Cartão Vermelho: Nirley (Criciúma)

GOL:
GOIÁS: Ramon, aos três minutos do primeiro tempo

GOIÁS: Harlei; Vítor, Valmir Lucas, Ernando e Egídio; Thiago Mendes, Amaral, Ramon (Caio) e Ricardo Goulart; Felipe Amorim (Walter) e Iarley (Júnior Viçosa)
Técnico: Enderson Moreira

CRICIÚMA: Michel Alves; Diego Felipe (Valdo), Nirley, Matheus Ferraz e Marlon; Diego Oliveira, Elias (Fransérgio), Giovanni Augusto, Válber e Kléber; Rodrigo Tiuí (Ozéia)
Técnico: Paulo Comelli

Leia tudo sobre: GoiásCriciúmaSérie B 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG