Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Em crise e sem técnico, Vasco recebe Palmeiras desesperado para fugir do Z4

Time carioca demitiu Cristovão Borges na segunda. Ambas as equipes sofreram goleadas na última rodada

iG Rio de Janeiro |

Na classificação do Campeonato Brasileiro , a diferença entre Vasco e Palmeiras é enorme. Enquanto o time carioca é o quarto colocado, com 39 pontos, o clube paulista ocupa a antepenúltima posição, com 20. Mas o sentimento das duas equipes no jogo desta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), em São Januário, é parecido e se relaciona a uma crise. Abalado, o Vasco entra em campo sob os reflexos da derrota em casa por 4 a 0 para o Bahia . O resultado casou, inclusive, o pedido de demissão do técnico Cristóvão Borges . O auxiliar Gaúcho deve dirigir a equipe nesta quarta-feira e deposita confiança na reabilitação.

Quem vence o jogo desta quarta: Vasco ou Palmeiras? Deixe seu palpite!

AE
Vasco não tem mais Cristovão Borges no comando

"Nós temos um grupo de qualidade e em condições de começar a mudar esse quadro de adversidade já a partir desta partida contra o Palmeiras. O Vasco pode brigar pela conquista do título do Campeonato Brasileiro, como fez durante todo o primeiro turno e como acredito que vai fazer daqui para frente. Somos qualificados e vamos começar a reagir", diz o comandante interino.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO

Especificamente sobre a partida contra o Palmeiras, o volante Nilton acredita que o Vasco deve usar como motivação a necessidade de fazer a torcida esquecer a goleada sofrida para o Bahia. "Aquela partida contra o Bahia já é página virada e estamos concentrados no jogo contra o Palmeiras. Mas aquele péssimo resultado está presente para nos deixar ainda mais motivados para conseguirmos um grande resultado contra o Palmeiras, pois precisamos desta vitória para seguirmos na zona de classificação para a Libertadores e subindo na tabela", decreta.

VEJA:  Em crise, Palmeiras fecha parte de todos os treinos até o fim do ano

No Palmeiras, havia uma expectativa de reação depois da vitória contra o Sport na semana passada. No entanto, o final de semana reservou outro fracasso avassalador: a derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG aumentou a preocupação na luta contra o rebaixamento. Até por isso, o gerente de futebol César Sampaio tomou a iniciativa de reunir os jornalistas na segunda e falar sobre a atual situação, apelando a um discurso positivo. "Eu me considero cara otimista. Depois de uma derrota por 3 a 0 com o time na zona resposta, estamos em situação complicada. Mas sempre joguei melhor fora de casa. Quando joguei em situações adversas, eu produzia mais do que quando tinha algo confortável", recorda.

MAIS:  Dunga e Marcelo Oliveira são os nomes preferidos de Roberto Dinamite no Vasco

Futura Press
Retorno de Barcos é alento para o Palmeiras

Na escalação, o técnico Luiz Felipe Scolari lamenta a perda de dois jogadores: Thiago Heleno e João Vítor cumprem suspensão na capital carioca. Em contrapartida, Henrique está de volta para atuar na zaga, já que Leandro Amaro foi barrado devido às seguidas falhas - Márcio Araújo entra para compor o meio-de-campo ao lado de Corrêa. A equipe alviverde ainda terá a presença do artilheiro Barcos, que serviu a seleção argentina nas eliminatórias da Copa 2014 e teve esquema especial para seguir ao Rio de Janeiro. Com isso, Obina perde a vaga na frente.

Já o Vasco tem reforços para este jogo: o lateral esquerdo William Matheus e o volante Wendel, ambos que cumpriram suspensão contra o Bahia, ficam à disposição, assim como o zagueiro Dedé, que estava servindo à Seleção Brasileira em amistosos internacionais. O meia Felipe, livre de lesão na coxa esquerda, também deve começar entre os titulares. Assim, os jovens Luan e Jhon Cley, o volante Fellipe Bastos, além do zagueiro Fabrício, que atuou improvisado na lateral esquerda, deixam a equipe. O lateral direito Jonas, expulso contra o Bahia, cumpre suspensão e cede o posto a Max.

FICHA TÉCNICA -  VASCO x PALMEIRAS
Campeonato Brasileiro 2012 - 24ª rodada 
Local: e stádio de São Januário, no Rio de Janeiro-RJ 
Data: 12 de setembro de 2012, quarta-feira 
Horário: 22h (horário de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio 
Assistentes: Altemir Hausmann e Rafael da Silva Alves

Vasco: Fernando Prass; Max, Douglas, Dedé e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Felipe; Eder Luis e Alecsandro Técnico: Gaúcho

Palmeiras: Bruno; Artur, Henrique, Maurício Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Corrêa, Tiago Real e Valdivia; Luan e Barcos  Técnico: Luiz Felipe Scolari

Quem vence o jogo: Vasco ou Palmeiras? Discuta na Torcida Virtual do iG Esporte

Leia tudo sobre: VascoPalmeirasBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG