Tamanho do texto

Os espanhóis Atlético de Madrid e Málaga, o português Sporting de Portugal e o turco Fenerbahçe estão entre os investigados pela entidade

EFE

O Sporting,, dos brasileiros Liédson e Anderson Polga, é um dos clubes investigados
Arquivo/AFP
O Sporting,, dos brasileiros Liédson e Anderson Polga, é um dos clubes investigados

A Uefa decidiu reter temporariamente o pagamento dos prêmios a 23 clubes europeus enquanto investiga as dívidas destas entidades com seus funcionários, com outros clubes e com as autoridades tributárias.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Entre os clubes afetados aparecem os espanhóis Atlético de Madrid e Málaga, o português Sporting de Portugal, o turco Fenerbahçe, o russo Rubin Kazan, o sérvio Partizan e os romenos Dínamo de Bucareste e Rapid de Bucareste.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, a Uefa explica que a decisão foi adotada pelo departamento de investigação do comitê de Controle Financeiro de Clubes (CFCB), presidido pelo ex-primeiro-ministro belga Jean-Luc Dehaene.

Segundo a normativa de Fair Play Financeiro da Uefa, os clubes participantes das competições europeias da temporada que acaba de começar têm a obrigação de fornecer informação sobre o estado de todos os pagamentos atrasados até o último dia 30 de junho. Após sua última reunião em agosto de 2012, o departamento de investigação do CFCB detectou que "há grandes pagamentos pendentes a outros clubes e/ou a empregados ou às autoridades em forma de impostos" em 23 casos.

A Uefa continuará suas investigações e solicitou aos clubes que atualizem sua situação antes do próximo dia 30. A medida cautelar se manterá em vigor até que se identifique que as contas estão equilibradas totalmente ou até que o departamento de resoluções da CFCB tome uma decisão final.