Time paulista confirma fama de "Robin Hood" e derrota outro ponteiro no Pacaembu: 3 a 1

O sonho do Grêmio em terminar o sábado na liderança do Campeonato Brasileiro  parou no "Robin Hood" do torneio. Com gols de Ralf e Guilherme no começo do jogo, o Corinthians derrotou o time gaúcho por 3 a 1 e manteve a fama de "ladrão dos ricos e benfeitor dos pobres" deste Brasileirão. Depois de bater Atlético-MG e empatar contra o Fluminense, dois dos líderes do Brasileirão, o time paulista perdeu para o vice-lanterna Figueirense. Agora, o Grêmio foi a nova vítima corintiana.

Veja a classificação completa e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

Leandro ainda marcou para o Grêmio, mas o garoto Giovanni, no finalzinho da partida, deu números finais ao placar. O resultado mantém o Grêmio na terceira colocação, com 44 pontos, três atrás do Fluminense e um a menos que o Atlético-MG. O Corinthians é nono com 31.

O Corinthians volta a campo nesta quarta, de novo no Pacaembu. A rival é a Ponte Preta. Já o Grêmio secará os líderes Fluminense e Atlético-MG neste domingo e retorna a atuar na quinta, contra o Náutico, no Estádio Olímpico.

O jogo
O Grêmio deu a impressão de que repetiria as últimas boas atuações. Com time praticamente completo, os gaúchos chegaram com perigo logo aos dois minutos, quando Zé Roberto serviu Elano, que chutou com perigo por cima. Foi um dos raros momentos de bom futebol da equipe na noite deste sábado.

Aos cinco, o Corinthians chegou ao gol, logo em sua primeira oportunidade criada na partida. Martínez cruzou da esquerda, Guilherme chegou batendo de primeira e Marcelo Grohe fez grande defesa. No rebote, Ralf se livrou da marcação e acertou o ângulo do goleiro gremista, que nada pôde fazer desta vez: 1 a 0.

O bom começo animou o Timão, que aproveitou o bom momento para fazer o segundo e encaminhar sua vitória: aos 10, Guilherme tabelou com Edenílson, entrou livre e ampliou a vantagem. Vendo seu time sem alternativas de jogada na frente, Vanderlei Luxemburgo arriscou: aos 22, tirou o volante Souza e colocou o meia Marquinhos. O cenário, porém, pouco mudou.

O Corinthians diminuiu o ritmo, mas ainda assim levava perigo. Aos 24, Martínez recebeu na direita, limpou a marcação e chutou forte, raspando o travessão. Mais para o fim da etapa inicial, o argentino novamente foi o protagonista. Aproveitou falha de Werley e pegou de primeira, mas Marcelo Grohe tirou de tapinha para escanteio. O Grêmio chegou com perigo só duas vezes após a alteração: aos 32, Marquinhos recebeu livre pela esquerda, mas se desequilibrou e arrematou torto. Quatro minutos depois, Kléber sofreu falta na meia-lua, mas Zé Roberto bateu para fora.

Exibindo as mesmas dificuldades de criação no início do segundo tempo, Luxa foi para o tudo ou nada: aos 11, tirou o amarelado André Lima e seu outro volante, Fernando, e colocou Marco Antônio e Leandro. A mexida deu resultado imediato: no minuto seguinte, a zaga corintiana fez a linha burra e deixou Marquinhos livre. Ele cruzou para Leandro, que recém entrara na partida, descontar o placar.

O Grêmio, então, partiu para cima em busca do empate. A equipe tentou o abafa, colocou o Corinthians em seu campo de defesa, mas não criou tantas situações de perigo. Aos 14, Marco Antônio arriscou de longe, Júlio César rebateu com o peito, mas evitou a conclusão de Leandro. Aos 18, o Corinthians respondeu: após falta próxima à área, a zaga gremista não afastou e Ralf chegou batendo de primeira, com perigo.

Os minutos seguintes foram equilibrados, com o Grêmio tendo a iniciativa e o Corinthians suportando bem a pressão. Aos 31, ótima chance gaúcha: Elano cobrou falta no ângulo e Júlio César fez grande defesa. No minuto seguinte, Edenílson chutou de fora da área, a bola desviou na zaga e quase entrou. No finzinho, a pá de cal: Giovanni recebeu de Adílson e acertou no ângulo de Marcelo Grohe: 3 a 1.

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS 3 x 1 GRÊMIO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 8 de setembro de 2012, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)
Público: 26.727 (24.850 pagantes)
Cartão amarelo: Guilherme, Martínez, Danilo, Ralf e Alessandro (Corinthians); Zé Roberto e André Lima (Grêmio)

Gols:  Ralf, aos 5, e Guilherme, aos 10 minutos do primeiro tempo; Leandro aos 12 e Giovanni aos 44 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Paulo André, Wallace e Fábio Santos; Ralf, Guilherme (Guilherme Andrade), Edenílson e Danilo; Martínez (Giovanni) e Romarinho (Adílson).
Técnico: Tite

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando (Leandro), Souza (Marquinhos), Elano e Zé Roberto; Kléber e André Lima (Marco Antônio).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.