Torcedores que acompanharam o treino no Morumbi chegaram a provocar o atacante, que não se abala com as críticas

Alegria e ousadia: essas são as palavras que movem a genialidade de Neymar  dentro de campo. Pela seleção brasileira , a ordem do atacante é evitar qualquer tipo de irritação pelas constantes cobranças depois da perda da medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres .

E MAIS:  Seleção testa paciência da torcida em amistoso chave para a Copa 2014

Neymar durante treino no Morumbi
Mowa Press
Neymar durante treino no Morumbi

Por isso, o jogador não perdeu o rebolado ao ser questionado sobre a chance de uma turbulência caso o Brasil tropece nesta sexta-feira contra a África do Sul diante da exigente torcida paulista, no estádio do Morumbi. "Não existe crise na seleção brasileira", avisou Neymar, logo depois de abrir um largo sorriso no rosto. 

CONFIRA:  Com gritos contra Mano e Neymar, torcida "corneta" a seleção até em treino

Durante o treino da véspera do amistoso no Morumbi, até a estrela santista sofreu com a má fase da seleção brasileira de Mano Menezes. Um grupo isolado de torcedores chegou a usar o termo "pipoqueiro" para designar o atleta. 

VEJA:  Neymar vê torcida mal-acostumada com seleção após Pelé, Romário e Ronaldo

Ainda assim, Neymar fez um balanço positivo da semana de preparação do Brasil, que começou no Centro de Formação de Atletas em Cotia e foi encerrada nesta quinta-feira no Morumbi, palco do encontro contra os sul-africanos. Ele já se mostra acostumado principalmente ao carinho que recebe dos mais jovens.

"A gritaria é grande, então esperamos fazer uma ótima partida amanhã", exaltou o atleta, que espera bons resultados na questão do entrosamento do time. "É importante manter a base, as pessoas podem esperar uma seleção aguerrida", encerrou.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.