Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Felipão enaltece valor de Obina: "É mais guerreiro do que Barcos"

Técnico do Palmeiras destacou a importância de Obina para ajudar o time na luta contra o rebaixamento

iG São Paulo |

Gazeta Press
Felipão elogiou o atacante Obina

Luiz Felipe Scolari fez questão de apontar a parte positiva da convocação de Barcos para a seleção argentina do que sua ausência por três jogos no Palmeiras . Após Obina fechar a vitória por 3 a 1 sobre o Sport, foi mais específico: o substituto pode ser ainda mais útil do que o camisa 9 na luta contra o rebaixamento no Brasileiro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"O Obina tem um espírito mais guerreiro. A técnica do Barcos é melhor, mas o Obina, neste tipo de jogo, é o melhor", afirmou o treinador, que deve continuar apostando no atacante vindo do futebol chinês diante do Atlético-MG, neste domingo, e do Vasco, na quarta-feira.

Leia mais:  Tiago Real agradece aposta do Palmeiras e diz: “Não cheguei aqui à toa”

A confiança do comandante é de que Obina, atuando como referência na frente, seja mais eficiente do que quando era obrigado a se movimentar atuando ao lado de Barcos. "O Obina, na posição dele, de 9, tem espírito e muita força. Está sempre disputando jogadas, sempre criando alguma coisa ou dificultando para o adversário", disse Scolari. Nos próximos jogos, Obina precisará provar que, em sua posição, pode ser ajudar mais. O atleta passou 46 dias em jejum de gols: balançou as redes em seu segundo jogo nesta passagem pelo clube, na vitória por 3 a 0 sobre o Náutico, em 22 de julho, e só foi deixar sua marca de novo nos 3 a 1 sobre o Sport, dessa quinta-feira.

Confira ainda:  Jogadores exaltam torcida e Felipão pede para promoção de ingressos ser mantida

Felipão, porém, insiste que o aproveitamento não é melhor porque o "guerreiro" atacante se dispôs a jogar fora de posição. Como centroavante, o comandante assegura resultados melhores e mais gols com a garantida disposição de Obina.

"Sobram mais bolas pelas características dele do que em outros jogos, principalmente quando ele joga aberto, como segundo atacante. Ele não tem características específicas para atuar como segundo atacante", disse o técnico, que até deixou de escalar Obina como parceiro de Barcos.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: obinabarcosfelipãopalmeiras

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG