Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Sem cobrar ingresso, seleção atrai torcedor e Morumbi recebe bom público

Procura por ingressos para o amistoso é pequena. Mas, com os portões abertos, longa fila se formou para ver o treino do time de Mano Menezes

Bruno Winckler , iG São Paulo | - Atualizada às

Bruno Winckler
Uma longa fila se formou ao redor do Morumbi antes do treino da seleção nesta quinta

A abertura dos portões para a torcida acompanhar o último treino da seleção brasileira antes da partida de sexta-feira contra a África do Sul atraiu bom público ao Morumbi na tarde desta quinta-feira.

Torcedor, você pagaria R$ 80 para ver o amistoso do Brasil? Comente

Uma longa fila se formou desde o portão 5 até a Praça Roberto Gomes Pedrosa (cerca de 300 metros) antes de os portões abrirem às 15h. O sol forte que castiga a capital paulista não intimidou os torcedores. "De graça vale a pena", comentou um dos presentes na fila.

Houve a divulgação de que seria preciso levar um quilo de alimento não perecível para entrar no estádio, mas muitos torcedores que foram ao estádio sem a doação entraram sem problemas. Às 15h47 os jogadores entraram em campo e foram muito aplaudidos pelos cerca de 2,5 mil torcedores que já haviam entrado no estádio e ocuparam um dos anéis inferiores cobertos.

Leia mais: Contra violência da torcida, Maracanã deve reabrir com Brasil x Inglaterra

A CBF liberou a entrada do torcedor para tentar aproximar o torcedor paulistano da seleção e aumentar a expectativa para a partida contra os africanos. Na véspera do amistoso, ainda é baixa a procura por ingressos no estádio para a primeira partida do time de Mano Menezes no país depois da perda do ouro olímpico em Londres.

Até a noite de quarta-feira, 32 mil ingressos foram vendidos para a partida. Há poucas filas no Morumbi, mas há 11 outros postos de venda em todo o Estado de São Paulo. Foram colocados 64 mil ingressos à venda e o bilhete mais barato sai a R$ 80.

Mano Menezes vai utilizar o treino desta quinta-feira para definir a equipe titular contra a África do Sul. A expectativa é que o treinador escale uma equipe ofensiva com um quarteto de frente formado por Oscar, Lucas, Neymar e Leandro Damião. 

Leia tudo sobre: seleção brasileiracbfmorumbiamistoso

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG