Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

"Inimigos mortais" desde 2008, Palmeiras e Sport fazem mais um jogo decisivo

Nos últimos anos, equipes disputaram série de partidas quentes em Copas do Brasil e Libertadores. Desta vez, briga é pra fugir da degola no Brasileirão

Francisco De Laurentiis - iG São Paulo |

Nesta quinta-feira, Palmeiras e Sport fazem uma verdadeira "final" pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro . Com os dois times brigando ponto a ponto para sair da zona do rebaixamento, o duelo no Pacaembu lotado tem tudo para ser explosivo. A partida, aliás, será mais uma "decisão" disputada pelas equipes, que se tornaram grandes rivais - e até mesmo inimigas - desde 2008, quando o time pernambucano eliminou o paulista nas quartas de final da Copa do Brasil com uma goleada.

Quem vence a decisão desta quinta-feira: Palmeiras ou Sport? Palpite!

AE
Rivalidade foi criada na Copa do Brasil de 2008

Nos últimos quatro anos, alviverdes e rubro-negros protagonizaram duelos eletrizantes e decisivos em competições como a Copa do Brasil e a Libertadores, além de partidas polêmicas pelo Campeonato Brasileiro. Um desses duelos, inclusive, marcou a volta do goleiro Marcos ao posto de "Santo" após defender três pênaltis. Relembre os últimos duelos importantes entre os "inimigos mortais" :

30/04/2008 - Copa do Brasil (quartas de final) - Sport 4 x 1 Palmeiras
Após empate por 0 a 0 no jogo de ida, realizado no Palestra Itália, o Sport triturou o Palmeiras na Ilha do Retiro, com direito a três gols de Romerito. O artilheiro da noite abriu o placar, mas a equipe alviverde empatou pouco depois, com Alex Mineiro, dando a impressão de que sairia com a vaga do Recife. Mas Romerito não estava para brincadeira: fez mais dois ainda no primeiro tempo e praticamente garantiu a vaga para os rubro-negros. Na etapa complementar, Dutra ainda aumentou o prejuízo dos palmeirenses, que haviam sido campeões do Paulistão há poucos dias.

04/09/2008 - Campeonato Brasileiro (24ª rodada) - Palmeiras 0 x 3 Sport
Novamente o Sport complicou a vida do Palmeiras em 2008. A equipe alviverde não havia perdido nenhuma no Palestra Itália no ano, e buscava a liderança do Campeonato Brasileiro. A derrota para o Sport, porém, derrubou o clube paulista para 3, e o sonho do título acabou não se concretizando no final. Os gols do time pernambucano foram marcados pelo atacante Roger (atualmente na Ponte Preta), que deixou sua marca duas vezes, e pelo zagueiro Durval (atualmente no Santos).

08/04/2009 - Copa Libertadores (fase de grupos) - Sport 0 x 2 Palmeiras
Um ano após o fatídico jogo pela Copa do Brasil, o Palmeiras retornava à Ilha do Retiro precisando desesperadamente de uma vitória para seguir vivo na Libertadores, já que havia perdido os dois primeiros jogos do grupo (contra LDU-EQU e Colo-Colo-CHI). Apesar da pressão da torcida rubro-negra e do embalo dos recifenses na competição, os alviverdes mostraram brio e triunfaram por 2 a 0, com direito a golaço de Diego Souza. O Palmeiras terminaria conseguindo a classificação milagrosa no último jogo da chave, com Cleiton Xavier marcando um gol espírita contra o Colo-Colo em Santiago.

12/05/2009 - Copa Libertadores (oitavas de final) - Sport 1 (1) x (3) 1 Palmeiras
Na partida que marcou a "ressurreição" do goleiro Marcos, o Sport bateu o Palmeiras com um gol no final e levou a decisão das oitavas da Libertadores para os pênaltis. O azar dos pernambucanos era que do outro lado estava um goleiro iluminado. Não deu outra: três defesas de "São" Marcos (cobranças de Luciano Henrique, Fumagalli e Dutra) e classificação palestrina para as quartas, naquele que foi um dos últimos grandes momentos do "Santo". O Palmeiras acabaria eliminado pelo Nacional-URU na fase seguinte, mas a derrota para o Sport em 2008 estava vingada, e com sobras.

11/11/2009 - Campeonato Brasileiro (35ª rodada) - Palmeiras 2 x 2 Sport
Após liderar boa parte do Brasileirão 2009, o Palmeiras bobeou nas rodadas finais e foi perdendo terreno aos poucos. Uma das partidas que tirou o título alviverde foi esse empate com o Sport, então lanterna, em pleno Palestra Itália. O duelo ainda ficou marcado por grande polêmica: a equipe alviverde empatou com um gol no fim do jogo, mas os atletas rubro-negros reclamaram que o árbitro Elmo Resende Cunha havia parado o jogo marcando impedimento. Após muita discussão, o gol foi validado e a partida prosseguiu. O Sport acabou rebaixado, o Palmeiras não se classificou nem para a Libertadores e Elmo Resende da Cunha foi afastado pela CBF por "falha técnica".

LEIA: Presente na reação milagrosa do Flu em 2009, reforço ensina Palmeiras a escapar

Gazeta Press
Valdivia volta ao Palmeiras nesta quinta-feira

Para a partida desta quarta, o Palmeiras conta com um desfalque e um retorno importante. Convocado pela seleção argentina, o artilheiro Barcos está fora (seria ausência de qualquer forma, já que levou o terceiro amarelo), com Obina entrando em seu lugar. Já o meia Valdivia, que cumpriu suspensão contra o Grêmio por acúmulo de cartões, retorna à equipe. Ele deve ter a companhia do recém-contratado Tiago Real na armação das jogadas. Quem também está relacionado é o lateral esquerdo Leandro, apresentado na quarta. Segundo o jogador, o duelo contra o Sport será uma das "finais" que o elenco palestrino irá disputar até o fim do Campeonato Brasileiro.

VEJA:  Felipão fixa lousa em vestiário para cobrar pontos que evitam rebaixamento

"Vamos pegar o Sport e temos que vencer, não tem outro jeito. É uma final. Temos que vencer de qualquer jeito, e depois já pensar na próxima final que vamos ter", afirmou o atleta, que tem no currículo duas fugas bem-sucedidas da degola: com o Fluminense, em 2009, e com o Atlético-MG, em 2010. Ainda sem ritmo de jogo, ele será reserva de Juninho, que completa a linha de zaga com Artur, Maurício Ramos e Thiago Heleno. No meio, Henrique e João Vítor formam a dupla de volantes, enquanto Luan fará a correria no ataque.

MAIS: Só um time conseguiu escapar de buraco tão fundo quanto o do Palmeiras

Futura Press
Sport chega embalado por vitória sobre o Santos

Do lado do Sport, a equipe vem embalada por uma vitória sobre o Santos e por ter quebrado uma série de 11 jogos sem triunfos. Agora, o objetivo e é escapar do Z4 e complicar o "inimigo" alviverde de vez. O técnico Waldemar Lemos tem três defalques importantes por suspensão (Cicinho, Rithely e Edcarlos), mas os jogadores afirmam que o time rubro-negro precisa esquecer os problemas e encarar o duelo como "final": "A partida terá clima de final, porque as duas equipe estão no rebaixamento. Esse é um momento para iniciarmos uma arrancada", pediu o zagueiro Bruno Aguiar.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO 

Apesar do Sport ter vencido cinco de seus últimos sete jogos em Campeonatos Brasileiros, o retrospecto geral é favorável ao clube paulista. No total, foram 48 jogos na história, com 25 vitórias do Palmeiras, 14 triunfos do time pernambucano e nove empates. Como mandante, a equipe palestrina também tem vantagem: em 27 confrontos, são 14 vitórias, sete derrotas e seis empates. No primeiro turno do Brasileirão 2012, o Sport venceu por 2 a 1 na Ilha do Retiro, com gols de Felipe Azevedo e Marquinhos Gabriel. Barcos descontou.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS x SPORT
Campeonato Brasileiro 2012 - 22ª rodada 
Local : estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data : 6 de setembro de 2012, quinta-feira
Horário : 21h (horário de Brasília)
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique
Assistentes : Cristhian Passos Sorence e Ediney Guerreiro Mascarenhas

PALMEIRAS : Bruno; Artur, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, João Vítor, Tiago Real e Valdivia; Luan e Obina  Técnico : Luiz Felipe Scolari

SPORT : Magrão; Renato, Bruno Aguiar, Diego Ivo e Willian Rocha; Tobi, Moacir, Marquinhos e Hugo; Felipe Azeveldo e Gilsinho Técnico : Waldemar Lemos

Quem vence a decisão desta quinta: Palmeiras ou Sport? Discuta na Torcida Virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasSportBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG