Em Cotia com a seleção, meia diz que não se arrepende de briga judicial que o tirou do São Paulo e sugere que jovens façam o mesmo

O meia Oscar parte com a bola dominada no treino da seleção
Mowa Press
O meia Oscar parte com a bola dominada no treino da seleção

O meia Oscar, camisa 10 da seleção brasileira e uma das apostas do Chelsea nesta temporada, teve de enfrentar problemas fora de campo para chegar a este patamar na carreira. Em Cotia, onde o São Paulo forma seus atletas e que serviu de moradia ao jogador no início da sua trajetória no futebol, Oscar relembrou da briga judicial que travou para deixar o clube do Morumbi. E aconselhou os 330 atletas que hoje residem no CT são-paulino a buscar a felicidade no futebol, mesmo que longe do São Paulo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Falaria para fazer o que sabe, que é jogar futebol e estar feliz independente de onde esteja. Particularmente, tive problemas na minha formação, mas pelo futebol você consegue superar tudo. Você pode levar um 'não' hoje, mas sempre deve levantar a cabeça e levar seu objetivo adiante, que é jogar e realizar seus sonhos", disse o meia.

Leia mais: Ex-são-paulinos, Miranda e Oscar se reencontram como rivais na Europa

Oscar saiu do São Paulo em 2010 alegando que o clube havia renovado seu contrato sem seu consentimento. Acertou com o Internacional e lá jogou até março de 2012, quando o São Paulo obteve na justiça o direito de ter Oscar de volta. Para ficar com o jogador, o Inter comprou 50% dos direitos econômicos do atleta em maio por R$ 15 milhões. Em julho, o Chelsea pagou R$ 80 milhões para contratá-lo.

Veja também: Trio de R$ 339 milhões da seleção minimiza pressão por cifras milionárias

Apesar do histórico de intrigas com o São Paulo, Oscar se disse feliz em voltar a Cotia com a seleção brasileira. "Este CT é um dos melhores e só tenho que dar parabéns. Mas estou aqui para defender a seleção brasileira. Não tenho mágoa com ninguém (do São Paulo). Estou no meu novo clube e agora é só seguir meu caminho para continuar indo pela seleção e pelo Chelsea", disse Oscar.

E ainda: Seleção brasileira se apresenta em Cotia e ex-morador Lucas dá uma de cicerone

O meia será titular da seleção brasileira no amistoso contra a África do Sul, na sexta-feira, no Morumbi. O estádio são-paulino traz boas lembranças ao jogador. "Gosto de jogar lá e espero que a seleção esteja em um dia bom e que a gente saia com a vitória". Nesta quinta-feira, o último treino da seleção antes do jogo será no Morumbi, outra "ex-casa" de Oscar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.