Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Só um time conseguiu escapar de buraco tão fundo quanto o do Palmeiras

Desde 2003, oito times registraram desempenho tão ruim ou pior com 17 rodadas para o fim do Brasileirão. Apenas o Fluminense, em 2009, escapou do rebaixamento

Luís Araújo - iG São Paulo |

Futura Press
Palmeiras, de Barcos, é o 18º no Brasileirão

Restando 17 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro , o Palmeiras soma apenas 17 pontos e aparece na zona do rebaixamento, com aproveitamento de 25,75%. O histórico recente da competição mostra o quanto a situação do clube é complicada. Desde 2003, quando a fórmula dos pontos corridos foi adotada, oito times registraram desempenho tão ruim ou pior que o apresentado pelo Palmeiras a esta altura do campeonato. Sete deles não conseguiram reverter o cenário e acabaram caindo para a segunda divisão.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O único que conseguiu se salvar foi o Fluminense em 2009. Comandada na época por Cuca, a equipe carioca tinha 16 pontos após a 21ª rodada e dividia a lanterna com o Sport. O rebaixamento parecia iminente, mas foi evitado com uma reação impressionante do time, que conquistou 30 dos 51 pontos que disputou em seguida e terminou o campeonato em 16º.

Veja ainda: Em 18º, Palmeiras está a cinco pontos de deixar a zona de rebaixamento

Gazeta Press
Fluminense engatou reação e evitou queda em 2009

Ao contrário do Fluminense, o Sport não conseguiu melhorar o rendimento e encerrou a competição em último lugar, com 31 pontos. O time pernambucano terminou o ano rebaixado, após ter disputado as oitavas de final da Libertadores no primeiro semestre.

Outras cinco times chegaram nas 17 rodadas derradeiras do Brasileirão com 17 pontos ganhos, desempenho idêntico ao do Palmeiras de 2012. São eles: Juventude, em 2007; Ipatinga, em 2008; Barueri e Goiás, em 2010; e América-MG, em 2011. Todos acabaram disputando a segunda divisão no ano seguinte.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

Já o América-RN tinha apenas dez pontos no campeonato de 2007 após disputar 21 partidas. A equipe potiguar não reagiu nas 17 rodadas seguintes e acabou o campeonato com apenas 17 pontos, registrando o pior desempenho da história do Brasileirão no sistema de pontos corridos.

Nas três primeiras edições do Brasileirão com a atual fórmula de disputa, nenhum time chegou a 17 rodadas do fim com aproveitamento tão fraco quanto os 25,75% do atual Palmeiras. Em 2003, o Grêmio, lanterna, tinha 24 pontos, o que representava desempenho de 27,5%. O time gaúcho deu a volta por cima, terminou o campeonato em 21º lugar e escapou do descenso. Vale lembrar, no entanto, que o regulamento da competição naquele ano previa rebaixamento apenas para os dois últimos colocados.

E mais:  Mauricio Ramos culpa falta de sorte e apela à religião para não cair

Os números do Palmeiras no campeonato de 2002, ano da primeira queda, mostram o quanto a situação atual é preocupante. Nas 25 partidas da primeira fase naquela competição, o clube fez 27 pontos – o que resulta em um aproveitamento de 36%, bem superior ao deste ano.

Entre para a torida virtual do Palmeiras

Leia tudo sobre: PalmeirasBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG