Tamanho do texto

Depois da implosão da antiga Fonte Nova, o Big Lift (grande içamento) é a etapa mais importante do estádio

A Arena Fonte Nova, em Salvador, na Bahia, saiu na frente dos outros estádios que vão sediar a Copa do Mundo de 2014 e iniciou uma das suas mais importantes obras. Conhecido como "Big Lift", o içamento dos cabos de aço tensionados da cobertura é o segundo a ser realizado na América Latina e o primeiro no Brasil e abrigará 100% dos assentos.

VOCÊ VIU?  Tatu-bola será o mascote da Copa de 2014, diz revista

Perspectiva artística das estruturas da Arena Fonte Nova, ainda sem a membrana
Reprodução
Perspectiva artística das estruturas da Arena Fonte Nova, ainda sem a membrana

A cobertura da Fonte Nova será composta por uma estrutura tensionada, na qual cabos e treliças trabalham em conjunto com o anel de compressão metálico. Essa estrutura é coberta por uma membrana impermeável e que filtra a luz solar, evitando o efeito de "ilha de calor".

E MAIS:  Brazuca vence concorrência e será o nome da bola da Copa do Mundo de 2014

“Poucas empresas no mundo dominam esse tipo de tecnologia. Esse foi o motivo para a contratação de empresas estrangeiras para realizar o 'Big Lift'”, afirma Murilo Maia, engenheiro responsável pela cobertura do local. 

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A cobertura do estádio será realizado em duas etapas principais, sendo a primeira o içamento do anel de tração superior e depois o içamento do anel de tração inferior. Todo o processo vai durar aproximadamente quatro meses.