Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Pelo alto, Ponte Preta vira sobre o Atlético-GO no Moisés Lucarelli

Clube do interior paulista já acumula três jogos sem derrota após bom desempenho da bola aérea ofensiva

Gazeta |

Com a bola aérea como a principal arma, a Ponte Preta venceu o Atlético-GO, de virada, por 3 a 1, na noite deste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube do interio paulista soube se aproveitar muito bem da pouco entrosada defesa rubro-negra, desfalcada de seus dois titulares, e foi a três jogos sem derrotas.

O que você achou do jogo? Deixe seu comentário!

Logo aos oito minutos do primeiro tempo, Danilinho, pela esquerda, cobrou escanteio, Marino ajeitou e a bola sobrou para o zagueiro Diego Giaretta, que puxou para a esquerda e a mandou para o fundo da rede, abrindo o placar para o Atlético-GO com um golaço. Dois minutos depois, foi a vez de Patric receber ótimo passe de Danilinho e perder gol feito.

Atrás no placar, a Ponte Preta acordou no duelo e partiu para cima: Ferron e Luan quase deixaram tudo igual, mas a falta de pontaria impedia o tento alvinegro. A boa colocação do goleiro Márcio, que, mais uma vez, pintou dois traços pretos abaixo dos olhos, encarando a partida como outra batalha, também foi empecilho para o ataque campineiro.

Já na etapa complementar, o técnico Gilson Kleina resolveu abandonar o seu esquema 3-5-2, promovendo a entrada do meia Nikão no lugar de Diego Sacoman. Ricardinho também deixou a equipe e viu Renê Júnior entrar. Mais ofensiva, a Macaca chegou com muito perigo logo aos seis minutos, mas a baixa altura de Luan (1,70m) impediu cabeçada com maior precisão.

Mais Brasileirão:  Corinthians derrota Atlético-MG, que perde a chance de disparar

A altura que faltou para Luan, aos 12 minutos, sobrou para Giancarlo, que, recebeu bom cruzamento no meio da área e cabeceou para o fundo da meta de Márcio, que nada pôde fazer. 1 a 1. Imediatamente, o técnico Jairo Araújo tirou o meia Danilinho e colocou o atacante Diogo Campos, que logo no seu primeiro lance, deixou Patric na cara do gol e viu Edson Bastos defender.

Confira ainda:  Bahia se vinga, respira e complica o São Paulo na briga pelo título

Futura Press
Lance de Ponte x Atlético-GO

Aberto na partida, o Dragão viu a Ponte virar aos 22 minutos, mais uma vez pelo alto: Marcinho cobrou falta pela direita e Ferron desviou, marcando o segundo do time mandante. Com a vantagem no placar, o sistema defensivo garantiu segurança ao goleiro Edson Bastos, que pouco trabalhou nos 15 minutos finais.

Já aos 39, a defesa rubro-negra entrou em pane ao ver a bola ser alçada em sua área, mais uma vez. Nikão cobrou falta, Giancarlo cabeceou e Márcio espalmou. No entanto, a bola sobrou para o zagueiro Cléber, que, no seu primeiro toque na bola, decretou a vitória. Três minutos depois, já sem reação, a equipe atleticana viu o lateral Marcos chutar Luan sem bola e ser expulso.

E mais:  Forlán desencanta, Inter vira o jogo e goleia o Flamengo no Beira-Rio

Mais próxima da metade de cima da tabela, a Ponte Preta volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), visitando o irregular Flamengo, que vem de goleada sofrida para o Internacional, por 4 a 1, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. Mais tarde, às 20h30, o Atlético-GO, na penúltima colocação, visita o Grêmio, no Olímpico, em Porto Alegre (RS).

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 3 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 2 de setembro de 2012, domingo
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira (PE)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Gols: Diego Giaretta, aos oito minutos do primeiro tempo (Atlético-GO); Giancarlo, aos 12 do segundo tempo, Ferron, aos 22, e Cléber, aos 39.
Cartões amarelos: Tiago Alves e Luan (Ponte Preta). Diego Giaretta, Eron, Pituca, Marino e Wesley (Atlético-GO)
Cartão vermelho: Marcos (Atlético-GO) 

PONTE PRETA: Edson Bastos; João Paulo, Ferron, Tiago Alves, Diego Sacoman (Nikão) e Cicinho; Baraka, Ricardinho (Renê Júnior) e Marcinho (Cléber); Luan e Giancarlo
Técnico: Gilson Kleina

ATLÉTICO-GO: Márcio; Marcos, Gilson, Diego Giaretta, e Eron; Pituca, Marino (Vanderlei), Ernandes e Danilinho (Diogo Campos); Wesley (Alexandre) e Patric
Técnico: Jairo Araújo

Leia tudo sobre: Ponte PretaAtlético-GObrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG