Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

No City, Maicon espera contribuir mais do que Elano e Robinho

Lateral está motivado por reencontro com o técnico Roberto Mancini, ex-comandante na Inter de Milão e atual treinador dos Citizens

Gazeta |

Um dos quatro jogadores que o Manchester City contratou poucos minutos antes do fechamento da janela europeia de transferências, Maicon chega ao poderoso clube inglês empolgado para fazer história. E, para isso, o ex-lateral direito da Inter de Milão espera fazer mais do que Elano e Robinho, últimos brasileiros a defenderem as cores dos Citizens.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros internautas

Site oficial do Manchester City
Maicon deu primeira entrevista como atleta do City

"Quero fazer mais do que eles fizeram. São dois grandes jogadores, dois amigos meus na Seleção, mas eu quero fazer uma grande história no City, e tenho certeza que dará tudo certo", declarou o jogador em sua primeira entrevista oficial como atleta do clube inglês.

Leia mais: Com um a mais desde o começo, Juventus goleia Udinese fora de casa

Vindo do Real Madrid, Robinho chegou ao Manchester City em 2008 como a primeira contratação mundialmente badalada do novo rico da Europa. O brasileiro até iniciou bem no campeonato - marcou logo em sua estreia, contra o Chelsea - mas depois, também atrapalhado por contusões, perdeu espaço e foi negociado. Já Elano atuou pelo clube anteriormente, e com muito menos pompa, se envolvendo em polêmicas com o técnico da época.

Veja ainda: Após sair atrás, Bayern massacra Stuttgart e assume liderança do Alemão

O agora comandante Roberto Mancini, por outro lado, é velho conhecido de Maicon. Os dois trabalharam juntos na Inter de Milão. "O fato de ele conhecer meu futebol e me conhecer como pessoa influenciou bastante para eu acertar com o City. Estou muito contente por voltar a trabalhar com ele", garantiu o lateral direito.

Confira ainda: Van Persie erra 'cavadinha', mas marca três vezes e comanda virada do United

"A oportunidade de jogar uma Champions , conquistar títulos, também me motivaram. Fui muito feliz na Inter, mas não quero parar por aqui. Ainda tenho muitos objetivos a cumprir", completou enumerando outros fatores que o levaram a aceitar a transferência para o Manchester City. Maicon ainda não pôde estrear pelo clube, mas de longe já viu seus novos companheiros vencerem o Queens Park Rangers por 3 a 1 neste sábado e chegarem ao G-4 do Campeonato Inglês.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG