Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Felipão lamenta falta de gols, mas vê pontos positivos no empate

Treinador não negou que seu time foi mal, mas elogiou a calma de seu time para evitar uma derrota contra o Grêmio

iG São Paulo * | - Atualizada às

Futura Press
Felipão reclamou da ineficácia ofensiva, mas aceitou bem o empate

Com um jogador desde os 20 minutos do primeiro tempo, o Palmeiras teve o domínio da partida, mas não conseguiu transformá-lo em gol na partida deste sábado contra o Grêmio, que terminou empatada em 0 a 0 .  Este fato gerou críticas por parte de Luiz Felipe Scolari, treinador do clube paulista, insatisfeito com a falta de organização do ataque.

Leia também:  Mesmo com um a mais desde o 1º tempo, Palmeiras fica no 0 a 0 com o Grêmio

"Esse bombardeiro não é aquele das Forças Armadas, organizado. As bombas não caíram no lugar certo. Nossos mísseis estavam apontados para o lugar errado" lamentou o treinador, referindo-se à desorganização do ataque palmeirense, mesmo quando o time teve a oportunidade de ditar o ritmo da partida.

Mesmo com mais posse de bola, o técnico crê que o Palmeiras não esteve tão bem quanto em outros resultados frustrantes que o deixam na zona de rebaixamento do Brasileiro. "Não acho que tenhamos jogado uma grande partida. Contra o Santos, jogamos bem e não vencemos. Mas hoje (sábado), discordo um pouco que jogamos bem", apontou.

Você concorda com Felipão? Deixe seu comentário!

O treinador ainda apontou méritos no esquema de Luxemburgo, que soube posicionar seu time mesmo com dez jogadores em campo. "No primeiro tempo, tivemos mais oportunidades de arrematar de média distância e da entrada da área do que no segundo tempo. Mérito do Vanderlei e de sua equipe, que esteve bem postada para dificultar um pouco mais a possibilidade do arremate. Mesmo com 11 contra dez, tivemos poucas chances. Foi mais mérito do trabalho defensivo e de organização do Grêmio do que demérito do Palmeiras", concordou Scolari.

Felipão, apesar de reclamar do futebol apresentado pelo seu time, não pareceu tão triste com o resultado e enxergou um ponto positivo no empate. No momento de instabilidade pelo qual o clube passa e com a ameaça de rebaixamento, o treinador vê como primeiro objetivo evitar as derrotas para escapar desta zona desconfortável da tabela.

Confira ainda:  Jogadores do Grêmio exaltam superação contra o Palmeiras

"Ao menos não perdemos. Das 12 derrotas que tivemos, dez foram por um gol de diferença. Às vezes estamos jogando com tanta vontade de vencer que acabamos sofrendo o gol. Melhorando a postura defensiva, conseguimos somar pontos e logo estamos fora da zona de rebaixamento. Foi a única coisa boa", explicou o técnico.

*com Gazeta

Leia tudo sobre: grêmiopalmeirasbrasileirão 2012felipão

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG