Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Sem Ganso, Muricy Ramalho mantém quarteto ofensivo contra o Sport

Técnico do Santos, que escalará Felipe Anderson, diz que não mudará 'característica' do time

Gazeta |

Após a derrota para o Bahia, por 3 a 1, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, o técnico Muricy Ramalho prometeu que não irá abrir mão do esquema tático ofensivo no Santos . Neste domingo, o treinador não poderá contar com o meia Paulo Henrique Ganso , devido a uma lesão na coxa esquerda, mas a formação com um quarteto no ataque será mantida para o duelo com o Sport, às 16 horas, na Ilha do Retiro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"A ofensividade é a nossa característica e não vamos mudar isso", disse Muricy, que promoverá a entrada do jovem Felipe Anderson no lugar de Ganso, no meio-campo.

Leia mais: Ganso pode deixar o Santos pela porta dos fundos. Relembre casos parecidos

Gazeta Press
Felipe Anderson volta ao time titular neste domingo

Na armação do setor, o argentino Patrício "Patito" Rodríguez fez o Peixe recriar, em parte, o desenho tático adotado pelo então treinador santista, Dorival Júnior, na temporada 2010. Naquele ano, o time alvinegro encantou o país, com um futebol ofensivo e de muitos gols.

Confira ainda: Ganso se reúne com diretoria do Santos e recebe oferta de reajuste salarial

Muricy Ramalho admite que a atual equipe do Santos ainda não chegou naquele patamar, mas defende que, com a sequência de jogos, o entrosamento de "Patito" com os seus demais companheiros irá crescer e a produção do Peixe também irá melhorar dentro de campo.

Veja ainda: CBF rejeita pedido do Santos e Arouca e Neymar não são liberados pela seleção

"Temos de respeitar as características dos jogadores. O ‘Pato’ joga ofensivamente, tem de por para atacar mesmo. E o nosso time joga assim. Temos que preservar aquilo que nós temos de melhor", ponderou.

Leia mais: Após vaias e protestos, Muricy promete apoio a Ganso: “Não vou virar as costas"

Desde que os alvinegros passaram a atuar nesse esquema ofensivo, a equipe praiana marcou nove gols e sofreu sete tentos, em cinco partidas, sendo: três vitórias (Figueirense, Corinthians e Palmeiras), um empate (Universidad do Chile, pela Recopa Sul-americana) e uma derrota (Bahia).

Vale lembrar que os santistas ocupam a 11° posição no Campeonato Brasileiro, com 26 pontos conquistados. O Peixe está nove pontos atrás do Vasco, último integrante do G-4 do Brasileirão, que garante classificação para a próxima Copa Libertadores da América.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG