Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Guarani manda no primeiro tempo e bate o Boa Esporte fora de casa

Time mineiro diminuiu na etapa complementar e pressionou, mas paulistas saíram com os três pontos

Gazeta | - Atualizada às

Irregulares na Série B do Campeonato Brasileiro , Boa Esporte e Guarani entraram no gramado do estádio Municipal de Varginha, em Minas Gerais, para afastar de vez o fantasma do rebaixamento na competição nacional. O time de Campinas se sentiu em casa na primeira etapa e venceu os mineiros por 2 a 1.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Apesar da pressão inicial do Boa, o Guarani não se intimidou e tomou o controle da partida aos poucos. Mesmo com bom toque de bola, os gols bugrinos saíram em jogadas de bola parada, primeiro em cruzamento de Danilo Sacramento para Fernando, e depois em cobrança de falta do lateral Oziel. Os mineiros descontaram em chute de fora da área de Fernando Karanga, que contou com falha do goleiro Emerson.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B DO BRASILEIRÃO

Futura Press
Guarani conseguiu boa vitória na casa do Boa

Na próxima rodada, a 22ª do campeonato, o Guarani recebe o Joinville, às 19h30 (horário de Brasília) de terça-feira, no Brinco de Ouro da Princesa. No mesmo dia, mas às 15h, o Boa Esporte viaja para Curitiba, onde encara o Atlético-PR no Eco Estádio Janguito Malucelli, o Janguitão.

O jogo
Logo no primeiro minuto de jogo, o Boa criou uma grande chance, mas o atacante Vanger chutou, sozinho dentro da área, para fora. Os mineiros voltaram a assustar em jogada de Radamés, que rolou para o meio e viu Marcelo Macedo perder o tempo da bola. O Guarani foi crescendo na partida e abriu o placar aos 12 minutos. Danilo Sacramento cobrou falta na área do goleiro Daniel e o zagueiro Fernando apareceu livre para marcar.

Com a posse de bola, o time de Campinas administrava a vitória, até Rafael Oliveira ser derrubado na entrada da área. Na batida, o lateral direito Oziel, um dos destaques da equipe na partida, caprichou e contou com a colaboração de Daniel para ampliar a vantagem campineira em Varginha no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Boa repetiu a blitz e perdeu duas ótimas oportunidades, uma com o lateral esquerdo Radar e outra com o atacante Petros, que havia entrado na vaga do meia Francismar. Aos 12min, foi a vez de Radamés cobrar falta e obrigar o goleiro Emerson a fazer grande defesa. Instantes depois de falha dos zagueiros mineiros, que por pouco não resultou em gol de Bruno Neves, a zaga visitante vacilou e o atacante Jajá, substituto de Vanger, quase marcou por cobertura.

Fernando Karanba, lançado pelo técnico Sidney Moraes na vaga do volante Everton, chamou a responsabilidade e recolocou o Boa no jogo. Aos 30min, o meia avançou pelo meio e bateu de longe, sem muita força. A bola tocou no gramado irregular e o goleiro Emerson colaborou para que os donos da casa diminuíssem o placar. O Boa Esporte seguiu pressionando, mas desperdiçou diversas chances claras na área campineira. Com o veterano Fumagalli em campo, o Guarani passou a administrar a boa vitória fora de casa, chegou a assustar o goleiro Daniel em chute de Aelx Barros e segurou a posse de bola no campo de ataque até o árbitro  José Carlos Dias Passos  encerrar a partida.

FICHA TÉCNICA - BOA ESPORTE 1 X 2 GUARANI
Campeonato Brasileiro Série B 2012 - 21ª rodada 
Local : estádio Melão, em Varginha-MG
Data : 31 de agosto de 2012, sexta-feira
Horário : 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro : Pablo Gonçalves Pinheiro
Assistentes : José Carlos Dias Passos e Luiz Souza Santos Renesto
Cartões amarelos : Olívio e Carciano (BOA); Alex Barros, Oziel e Schwenck (GUA)

GOLS
BOA ESPORTE: Fernando Karamba, aos 29 minutos do segundo tempo
GUARANI: Fernando, aos 12, e Oziel, aos 29 minutos do primeiro tempo

BOA ESPORTE : Daniel, Neílson, Neylor, Carciano e Radar; Everton (Fernando Karamba), Olívio, Radamés e Francismar (Petros); Marcelo Macedo e Vanger (Jajá) Técnico: Sidney Moraes

GUARANI : Emerson; Oziel, Fernando, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson, Fábio Bahia, Bruno Neves (Fumagalli) e Danilo Sacramento; Rafael Oliveira (Willian Favoni) e Schwenck (Júnior Negão) Técnico: Vadão

Leia tudo sobre: GuaraniBoaSérie B 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG