Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Luís Fabiano admite cartão “mandrake” para estar em campo contra rivais diretos

Atacante não pega o Bahia de olho em sequência contra Internacional, Santos e Atlético-MG

iG São Paulo |

Luís Fabiano segurou a bola para cobrar um lateral no segundo tempod da partida do São Paulo contra o Botafogo. Sua equipe já vencia com facilidade. O atacante ficou com ela por intermináveis segundos, ignorando os pedidos do árbitro para que a colocasse em jogo o quanto antes. A "cêra" rendeu um cartão amarelo muito comemorado.

São Paulo goleia o Botafogo em casa com mais um gol de Luís Fabiano

Ele fica fora do jogo contra o Bahia, domingo, em Salvador. Mas pelo se garante nos jogos contra Internacional, Santos e Atlético-MG, muito importantes na briga pelas primeiras posições. 

"Quando eu quero receber o cartão amarelo ninguém me dá, mas quando eu não quero, aí chove cartão para cima de mim. É brincadeira", ironizou o atacante são-paulino. O técnico Ney Franco afirmou que ele próprio pediu para que seu artilheiro levasse o terceiro cartão em sua décima partida no Campeonato Brasileiro.

"Foi um cartão ‘mandrake’ que eu recebi ali, mas precisava descansar para voltar melhor para uma sequência difícil que a gente vai ter contra Inter, Santos e Atlético Mineiro", disse o atacante. Ele completou 200 jogos pelo São Paulo nesta quinta-feira. "É uma honra vestir a camisa do São Paulo 200 vezes. Estou feliz e confiante para ficar e fazer mais 200".

Satisfeito por marcar o primeiro gol da goleada do São Paulo sobre o Botafogo, nesta quinta-feira, dia em que completou seu jogo de número 200 com a camisa tricolor, o atacante Luis Fabiano admitiu ter forçado o terceiro cartão amarelo, mas garante que é por uma boa causa: obter sequência de jogos na arrancada do time do Morumbi no Campeonato Brasileiro.

Luis Fabiano falou de proposta do Al Rayaan, do Catar, que elevou os valores da primeira investida. Feliz no São Paulo, o atacante disse não querer saber de transferência, mesmo consciente de que o clube já fixou um valor para sua saída.

Leia tudo sobre: Luis FabianoSão Paulobrasileirão 2012atlético-mg

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG