Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Ganso se machuca, não pega o Sport e Muricy se irrita com o assunto

Meia sofreu uma lesão muscular na derrota diante do Bahia no meio de semana e não entra em campo com o time do Santos em Recife

iG São Paulo |

O meia Paulo Henrique Ganso está fora do jogo contra o Sport , neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Ilha do Retiro. De acordo com a assessoria de imprensa do Santos , o jogador sofreu uma lesão no músculo da transição da região miotendínea proximal do tendão reto femoral da coxa esquerda, na derrota para o Bahia , na última quarta-feira, na Vila Belmiro. Por essa razão, não poderá estar em campo diante do time pernambucano. O tempo de recuperação do camisa 10 ainda não foi estipulado pelo departamento médico do clube.

E MAIS:  Santos ameaça denunciar São Paulo à Fifa por aliciamento a Ganso

Após o treino realizado na manhã desta sexta-feira, no CT Rei Pelé, o técnico Muricy Ramalho falou sobre o assunto e mostrou irritação com o tema. "Primeiro vocês (jornalistas) têm que saber que aqui tem pessoas sérias e ninguém alega nada. Antigamente, o cara podia dizer que estava doendo, só de o médico colocar a mão no local, pois não havia a aparelhagem que há hoje em dia. Só que ninguém está brincando aqui. Não se pode brincar com gente séria", disparou o treinador.

Gazeta Press
Ganso se machucou e não vai jogar no fim de semana

Na sequência de sua entrevista coletiva, o treinador lamentou o fato de não poder contar com o "maestro" santista contra o Sport. "É um problema na coxa e esse músculo é um pouco perigoso. É o músculo do chute, é complicado. O exame foi feito e apareceu um edema que não é pouco. Infelizmente, ele não vai poder jogar e trata-se de uma peça muito importante para nós. O Ganso é o único armador que temos de verdade no elenco", comentou.

Muricy, inclusive, já confirmou que o substituto do meia na partida em Recife será o jovem Felipe Anderson.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Fora a parte clínica, Paulo Henrique Ganso deve participar de uma reunião nesta sexta-feira, com representantes da cúpula alvinegra, para discutir o seu futuro. Na pauta, o clube alvinegro oferecerá um reajuste salarial, após recusar a segunda proposta encaminhada pelo São Paulo, para tirar o meia da Vila Belmiro.

VEJA: Torcida santista volta a pressionar Ganso e picha muro pedindo a saída do meia

Sem falar desta reunião, o comandante do Santos revelou que chegou a conversar com o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro sobre o assunto, visando ajudar o clube a resolver o imbróglio que envolve a permanência ou não de Ganso no Peixe.

CONFIRA:  Ganso é chamado de mercenário e diz que seu salário é um dos menores

"Não me meto na vida do jogador, porque tem muita gente para cuidar dele, mas tem horas em que você precisa falar algumas coisas. Conversei com eles (dirigentes) em relação a isso e concordamos que não é interessante vendê-lo. Quando podemos interferir para ajudar, não tem problema. Foi só para ajudar mesmo", encerrou.

E AINDA: Triste com ofensas a Ganso, Neymar defende amigo e cobra definição

O meia possui contrato até fevereiro de 2015 e a sua multa rescisória para o mercado interno está avaliada em R$ 53 milhões. A direção santista mantém sua posição de não aceitar liberar o jogador por um valor inferior a multa. O Alvinegro Praiano detém 45% dos direitos econômicos de Paulo Henrique Ganso. O restante pertence ao grupo DIS.


Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG