Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Martínez diz que valor pago pelo Bayern de Munique não o coloca sob pressão

Espanhol disse ainda quer pode jogar na zaga ou no meio de campo, mas avisou que prefere atuar mais avançado

EFE |

EFE

O volante espanhol Javi Martínez , recém-contratado pelo Bayern de Munique junto ao Athletic Bilbao, afirmou nesta quinta-feira que o preço pago pela sua transferência - 40 milhões de euros (R$ 102 milhões) - não será motivo de pressão e sim de motivação.

E MAIS:  Bayern de Munique contrata Javi Martínez por valor recorde na Alemanha

"A situação me lembra quando cheguei ao Athletic vindo do Osasuna, por 6 milhões de euros. Eu tinha 17 anos e isso não deixou pressionado", afirmou o atleta durante sua apresentação em Munique.

Getty Images
Javi Martínez será o camisa 8 do Bayern de Munique

O jogador foi recepcionado pelo técnico do Bayern, Jupp Heynckes, e pelo diretor esportivo do clube, Mathias Sammer. O dirigente, ex-volante da seleção alemã, procurou minimizar os valores, afirmando que o novo reforço "não tem culpa do montante da transferência". Sammer disse que o Bayern é que decidiu pagar o que era estipulado como multa rescisória por querer o atleta a todo custo.

CONFIRA AS FOTOS: Bayern de Munique lança linha de jogadores de pelúcia

Sobre seu posicionamento em campo, Martínez disse não ter preferências, admitindo que jogará onde o técnico quiser, embora tenha dito que em quase toda a carreira jogou em posições do meio-campo e apenas na última temporada foi utilizado como zagueiro, pelo técnico Marcelo Bielsa.

Heynckes se derreteu em elogios ao novo comandado, que já era seu desejo desde quando treinava o Bayer Leverkusen. "Trata-se de um desses jogadores que sempre quis ter. Fico feliz que a contratação tenha sido realizada", comentou, sem revelar se o atleta será relacionado para o duelo contra o Stuttgart, no domingo, pelo Campeonato Alemão.

"Martínez teve uma temporada dura com o Athletic, jogou duas finais, depois esteve na Eurocopa e nos Jogos Olímpicos, precisa um pouco de tranquilidade", disse o técnico sobre seu novo camisa 8.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG