Time catarinense desperdiçou boa chance de reagir no Brasileirão ao levar virada do Náutico

Embalado pela vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba no último final de semana, o Figueirense viajou a Recife otimista para enfrentar o Náutico. Depois de abrir 2 a 0 no primeiro tempo, com gols de Caio e Aloísio, o time catarinense viu a equipe da casa reagir e virar o resultado , aumentando os riscos de rebaixamento no alvinegro.

O Figueirense conseguirá escapar do rebaixamento no Brasileirão?

Herói da partida ao evitar que a derrota fosse ainda mais elástica, o goleiro Wilson retornou de lesão em grande estilo e lembra que avisou seus companheiros sobre a rapidez do ataque pernambucano em conversa durante o intervalo. "A gente tinha que ter uma atenção maior na marcação, mas não conseguimos achar o time deles, que tem uma velocidade muito grande", analisou.

Para levantar a cabeça dos jogadores do elenco do Figueira, o capitão pede empenho e dedicação nos preparativos para enfrentar o vice-líder Fluminense na próxima rodada, no estádio Orlando Scarpelli. O trunfo para o duelo com os cariocas, segundo Wilson, será a força da torcida.

O JOGO:  Náutico perde pênalti, leva dois gols, mas vira sobre Figueirense nos Aflitos

"A gente não tem nem o que pedir pro torcedor. Mesmo nessa situação o torcedor está nos apoiando, a gente só tem de fazer o nosso melhor dentro de campo. O grupo está se dedicando, lutando e está unido", ressaltou o arqueiro.

Ajude o Figueirense a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.