Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Felipão ignora oponentes e coloca o Palmeiras como seu principal inimigo

"O problema é o meu time, e não os outros", disse o técnico após a derrota diante da Lusa

Gazeta |

A situação que já era incômoda para o Palmeiras se tornou ainda pior após a última quarta-feira. Com a derrota por 3 a 0 para a Portuguesa , no Canindé, e a vitória por 3 a 1 do Bahia sobre o Santos , em plena Vila Belmiro, o alviverde viu seu concorrente se distanciar da zona do rebaixamento e abrir quatro pontos de vantagem na tabela do Brasileiro. A situação, entretanto, é vista com normalidade pelo técnico Felipão, uma vez que o trabalho exercido por outros times deve ser ignorado no Verdão.

E MAIS:  Felipão defende elenco de críticas e vê atletas se sacrificando pelo Palmeiras

A determinação para esquecer o que se passa em outros clubes foi dada pelo comandante após o revés para a Lusa. Ao ser informado dos resultados que afundaram ainda mais a sua equipe na tabela de classificação, Felipão destacou que nenhuma outra partida interessaria ao Palmeiras neste momento. O treinador entende que os principais problemas de sua equipe encontram-se dentro de seus vestiários e não nas vitórias ou derrotas dos seus oponentes.

VEJA:  Bruno Mineiro faz 2 e Portuguesa afunda ainda mais o Palmeiras no Brasileirão

"Eu não tenho que me preocupar com o Bahia. Eu tenho que me preocupar com o meu time. Se nós ganharmos todos os jogos, vamos sair dessa situação. O problema é o meu time, e não os outros", bradou o técnico palmeirense. "A Portuguesa também não é o nosso adversário. Nós mesmos somos os nossos adversários. Não estamos brigando com eles, e sim para melhorar a equipe. A derrota para eles é só mais uma em meio as outras 11 que nós já tivemos."

Gazeta Press
Felipão tenta tirar o Palmeiras do perigo

A visão crítica do treinador também foi adotada no momento de avaliar a próxima sequência de jogos do Palmeiras. No próximo sábado, a equipe enfrentará o Grêmio, no Pacaembu, e ainda terá Sport, Atlético-MG e Vasco até o clássico contra o Corinthians, no dia 16 de setembro.

"A sequência não é das mais fáceis, mas depende daquilo que fizermos em campo. Não mudaria em nada se nós enfrentássemos só times que estão lá atrás. Não tem mais moleza no Brasileiro. Tem que haver superação para melhorar essa situação e passar um pouquinho de tranquilidade para conquistar um ou dois resultados que melhorarão o nosso ambiente de trabalho", concluiu.

Para a partida deste fim de semana, contra o Tricolor gaúcho, Felipão não poderá contar com o meia Valdivia, que recebeu o terceiro cartão amarelo nesta quarta-feira. Em compensação, o zagueiro Maurício Ramos poderá retornar ao time, assim como o atacante Luan, que será reavaliado para entrar na lista de relacionados para o duelo.

Leia tudo sobre: PalmeirasFelipãoBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG