Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Após vaias e protestos, Muricy promete apoio a Ganso: “Não vou virar as costas"

Torcida do Santos atirou moedas em campo e chamou o meio-campista de "mercenário"

iG São Paulo | - Atualizada às

O protesto da torcida do Santos , que entoou o coro de "mercenário" e atirou moedas na direção do meia Paulo Henrique Ganso após a derrota por 3 a 1 para o Bahia , na qaurta-feira, pelo Campeonato Brasileiro , gerou mais uma manifestação de apoio do técnico Muricy Ramalho ao jogador. O comandante santista, que já havia defendido o camisa 10 depois da vitória sobre o Palmeiras , no último sábado, declarou que o momento é de ficar ao lado do atleta que, em sua avaliação, não se escondeu da partida em nenhum instante.

Você quer que Ganso continue no Santos ou prefere que ele saia? Opine!

"A gente tem que ficar ao lado dele, que é profissional que sempre nos ajudou muito. Não pode dar as costas para ninguém e não vai mudar nada. Vamos continuar trabalhando com ele e pedindo ao Ganso que jogue o que ele sabe jogar. Ele tem muita personalidade e, em nenhum momento, deixou de jogar, procurar o jogo. Ele mostrou a personalidade que tem o tempo todo", disse Muricy, depois do revés para o Bahia.

Futura Press
Moedas atiradas pela torcida do Santos em Ganso

MAIS: Chamado de mercenário, Ganso diz que seu salário é um dos menores

Para o treinador, Ganso não foi o único a ter uma atuação abaixo do esperado na equipe e, compreendendo a situação do meia, Muricy Ramalho manteve o jogador durante os 90 minutos em campo: "A coisa não estava boa, o time inteiro não estava bem. O que podemos fazer é confortar o cara, por isso eu não pensei em tirá-lo. Por isso eu não o substitui. A torcida vem, paga o ingresso, tem o direito de reclamar. Mas eu jamais iria colocar a responsabilidade toda em cima dele. Não sou cara de fazer uma coisa dessas", comentou.

VEJA:  Triste com ofensas a Ganso, Neymar defende amigo e cobra definição

Indagado se a situação do camisa 10 estaria insustentável no Santos, Muricy evitou dar uma opinião mais concreta, mas destacou acreditar que Ganso pode reverter a antipatia de parte da torcida por ele. "A única chance que o profissional tem de reverter uma situação como essa é jogar e conquistar o carinho do torcedor de novo. Ganhar os jogos também é fundamental, porque perder realmente dá margem a isso. Mas se ele continuar se dedicando, como vem fazendo nos treinamentos e nos jogos, certamente ele vai reverter esse problema", encerrou.

Ajude o Santos a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

Leia tudo sobre: SantosPaulo Henrique GansoMuricy Ramalho

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG