Equipes se distanciam da briga pelo acesso após partida que não deixou saudades

Disputa de bola entre jogadores de Guarani e Paraná
Futura Press
Disputa de bola entre jogadores de Guarani e Paraná

As campanhas irregulares que Guarani e Paraná fazem no Brasileiro da Série B foi ilustrada pelo resultado sem graça desta terça-feira. No estádio Brinco de Ouro da Princesa, as duas equipes travaram um duelo sem nenhuma emoção e terminaram empatadas por 0 a 0. O resultado mantém os clubes sem grandes pretensões nesta competição e embola ainda mais a parte intermediária da tabela de classificação.

Na próxima rodada da Série B, o Guarani tentará se manter em ascensão na tabela ao enfrentar o Boa Esporte, em Varginha. Com 25 pontos, o time venceu a primeira fora de casa no último fim de semana e tentará manter o mesmo empenho demonstrado em São Caetano para conquistar outro triunfo. Já o Paraná, que aparece com 27, terá o perigoso Goiás pela frente, em confronto marcado para a Vila Capanema.

O jogo
O primeiro tempo entre Guarani e Paraná não empolgou o público ruim que compareceu ao estádio Brinco de Ouro nesta terça-feira. Mesmo com a vitória por 2 a 1 no último fim de semana, sobre o São Caetano, os torcedores do Bugre adotaram cautela com relação ao seu time e aplaudiram apenas em lances esporádicos.

A equipe, inclusive, não emplacou na etapa inicial e viu o Paraná Clube ditar o ritmo nos primeiros momentos. Aos 20 minutos, Geraldo recebeu em boa posição e chutou para grande defesa de Emerson. Na sequência, o lateral Oziel fez a proteção a mandou para fora.

O Guarani ainda sofreu uma importante baixa aos 33. O atacante Adelino sentiu uma forte fisgada na coxa e precisou ser substituído para receber o tratamento preventivo. Apesar de Ronaldo ter entrado para dar mais velocidade, o time continuou sem emplacar boas jogadas e abriu espaço para o Paraná atacar. Aos 42, Geraldo cortou na ponta esquerda e chutou para outra boa intervenção do goleiro Emerson.

A volta do intervalo manteve a mesma apatia no Bugre e só trouxe reações positivas do torcedor com a entrada do ídolo Fumagalli, aos 14 minutos. O meia foi muito aplaudido nas arquibancadas e viu o volante Ademir Sopa criar a primeira boa chance do clube na partida. O atleta disparou de fora da área e tirou tinta da trave de Luís Carlos, aos 19.

O lance empolgou o Guarani e levou a equipe para o ataque. Aos 22 minutos, Ronaldo aproveitou a indecisão dos zagueiros paranistas e invadiu a área em velocidade. O atacante ainda aplicou um bom drible no goleiro Luís Carlos, mas perdeu o ângulo para chutar e foi desarmado de forma precisa por Wendell Borges.

Em sua última oportunidade de tirar o zero do placar, aos 34 minutos, o atacante Ronaldo recebeu dentro da área e girou sobre o seu marcador. De frente para o gol, o jogador enfiou o pé na bola e Luís Carlos se esticou todo para espalmar por cima de sua meta. Já o Paraná buscou a finalização através da bola parada. Em cobrança perto da entrada da área, Wellington cobrou no ângulo e Emerson foi buscar para evitar o tento.

FICHA TÉCNICA - GUARANI 0 X 0 PARANÁ CLUBE

Estádio: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).
Data: 28 de agosto de 2012, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jefferson Schmidt (SC).
Assistentes: Josué Gilberto Lamim e José Roberto Larroyd (ambos de SC).
Cartões Amarelos: Jackson e Ademir Sopa (Guarani); Wendell Borges, Vandinho, Marquinhos e  Cambará  (Paraná Clube)

PARANÁ CLUBE: Luís Carlos; Paulo Henrique, Anderson, Alex Alves e Wendell Borges; Cambará (Ângelo), Vandinho, Douglas Packer e Marquinhos (Luisinho); Wellington Silva (Wellington) e Geraldo Técnico: Ricardinho

GUARANI: Emerson; Oziel, Fernando, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson (Rafinha), Ademir Sopa, Fábio Bahia e Danilo Sacramento; Adelino (Ronaldo) e Júnior Negão (Fumagalli)  Técnico: Vadão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.