Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Ceará marca duas vezes nos acréscimos e vence o América-MG em Belo Horizonte

Time cearense fez 3 a 1 fora de casa e volta a sonhar com vaga no G-4 da Série B

Gazeta |

Futura Press
América-MG foi surpreendido pelo Ceará no Independência

Depois de um bom começo de Série B , o América-MG parece que realmente perdeu fôlego. Atuando diante da torcida nesta terça-feira, não conseguiu resistir à força do Ceará e perdeu por 3 a 1 com dois gols sofridos nos minutos finais do jogo.

Veja a classificação completa e os próximos jogos da Série B do Brasileirão

Com pouca inspiração, o time do técnico Milagres não conseguiu agredir o Vozão com qualidade e apaticamente aceitou o revés dentro de casa. O primeiro gol dos cearenses foi anotado pelo experiente Mota, que recebeu bom lançamento em bola esticada e fuzilou o goleiro americano. No segundo tempo, o Coelho chegou ao empate com o atacante Adeílson. No finalzinho do jogo Thiego e Magno ampliaram para o Vozão.

Na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o América-MG vai até Alagoas para enfrentar o CRB, em partida marcada para o próximo sábado, às 21 horas no estádio Rei Pelé. Já o Ceará terá compromisso no Presidente Vargas recebendo o Guaratinguetá, na sexta-feira.

O jogo
O duelo entre o Coelho e Vozão começou morno, sem muitas emoções nos primeiros minutos. O cenário mostrou muita disputa de bola no meio-campo e pouca objetividade, com finalizações de longa distância ameaçando pouco os goleiros. O jogo só começou a mudar aos nove minutos, quando Itamar rolou com açúcar para o atacante Mota, que na cara de Neneca perdeu um gol feito.

Mesmo atuando em casa, o América-MG encontrou dificuldades para impor o mando de campo. As principais peças de armação do time mineiro não conseguiram dar dinamismo ao jogo, com os visitantes chegando a ter as rédeas da partida em vários momentos. A ligação direta defesa, ataque foi utilizada em excesso pelas duas equipes, sem mostrar eficiência.

Com isso, o confronto entre mineiros e cearenses não agradou no aspecto técnico. Aos 18, Mota se redimiu pelo gol desperdiçado, e após receber lançamento fuzilou o goleiro americano para inaugurar o marcador no Independência. Jogando no esquema 3-5-2, o Coelho apresentou falhas de posicionamento, erros de passe em abundância e baixo poder ofensivo.

Bastante irritado, o técnico Milagres tentava orientar o time dentro de campo, mas apesar das tentativas, faltava inspiração nos atletas, que burocraticamente tocavam a bola de um lado para outro, sem que nada de produtivo acontecesse. Aos 35, o zagueiro Everton Luiz apareceu no campo de ataque e arriscou de longa distância para a boa defesa de Fernando Henrique.

Aos 43, surgiu o melhor lance do América-MG na partida com Thiago Humberto, que dentro da pequena área não conseguiu completar para as redes. O primeiro tempo apático rendeu vaias da torcida no final dos primeiros 45 minutos. Na volta para o segundo tempo, Milagres mudou o esquema tático para o 4-4-2 e trocou peças que deram uma ligeira melhora na equipe.

Apesar da evolução, o futebol do América-MG continuou muito abaixo do esperado, principalmente pela falta de um jogador de criatividade no meio-campo. Sem ter nada a ver com isso, o Ceará procurou explorar as fragilidades dos donos da casa, com o atacante Mota usando as laterais do campo para produzir bons ataques para o Vozão.

Aos 29, o time mineiro conseguiu uma boa trama ofensiva que terminou com a conclusão de Adeílson da entrada área, assustando o goleiro Fernando Henrique. Após este lance, os americanos continuaram insistindo atrás do gol de empate, aos 32, Leandro Ferreira errou o alvo em um bom tiro de média distância.

A luta do América-MG foi premiada com o atacante Adeílson, que aos 34, quase da marca do pênalti, aproveitou boa jogada de Júnior Timbó e bateu por baixo do goleiro cearense para deixar tudo igual no placar. Aos 45, quando parecia que tudo ficaria na igualdade, Neneca tentou cortar cruzamento de soco e a bola parou na cabeça de Thiego, que fez o segundo gol cearense. Ainda teve tempo para Magno ampliar após assistência de Eusébio e decretar a vitória do Vozão.

FICHA TÉCNICA -  AMÉRICA-MG 1 X 3 CEARÁ

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 28 de agosto de 2012 (terça-feira)
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Wendel de Paiva Gouveia
Cartões amarelos: Pará (América-MG) e Daniel Marques, Luisão, Robert, Thiego, Fernando Henrique e Magno (Ceará)

Gols: Mota, aos 18 minutos do primeiro tempo. Adeílson, aos 34, Thiego, aos 45 e Magno, aos 47 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG: Neneca; Gabriel, Everton Luiz e Vinícius Simon (Thiaguinho); Boiadeiro, Leandro Ferreira, Glauber, Thiago Humberto (Júnior Timbó) e Pará; Adeílson e Fábio Junior (Kaká)
Técnico: Milagres

CEARÁ: Fernando Henrique; Thiego, Daniel Marques e Luisão; Apodi, João Marcos, Eusébio, Bruninho (Magno) e Márcio Careca; Mota e Itamar (Robert)
Técnico: PC Gusmão

Leia tudo sobre: genetbrasileiro série bamérica-mgceará3 a 1

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG