Nos intervalos menores entre dois compromissos, pode ser que escalem o atacante apenas na Copa Sul-Americana, caminho mais curto para a volta à Libertadores

Os dois gols que Luis Fabiano marcou no Corinthians, após seis jogos como desfalque, só ratificaram o poder de decisão do artilheiro do São Paulo na temporada. Resgatou também a hipótese de dosar o calendário do atacante para evitar lesão e tê-lo com mais frequência.

E MAIS:  Após incômodo muscular, Ceni faz academia com demais titulares

Luis Fabiano pode fazer menos jogos para descansar
Futura Press
Luis Fabiano pode fazer menos jogos para descansar

A ideia surgiu no início do mês, assim que diagnosticado estiramento na coxa esquerda do jogador de 31 anos. O técnico Ney Franco reconheceu que talvez fosse conveniente preservá-lo em algumas ocasiões ou, talvez, guardá-lo para determinada competição.

CONFIRA:  Presente nas 19 rodadas, Jadson evita árbitro e faltas para não ser suspenso

Nos intervalos menores entre dois compromissos, pode ser que o escalem apenas na Copa Sul-Americana, caminho mais curto para a volta à Libertadores. Algumas vezes, porém, o Campeonato Brasileiro também tem rodadas próximas. Como nesta semana: a equipe recebe o Botafogo, na quinta-feira, e visita o Bahia, três dias depois.

VEJA:  Ceni revela apoio constante para não deixar Luis Fabiano para baixo

Ao meia Jadson, essa decisão não seria muito bem-vinda. "A movimentação dele me ajuda bastante. Ficou um pouco impedido no jogo contra o Corinthians, mas sabe se movimentar. É goleador nato. Se ele tem oportunidade, é quase 100% gol. Teve duas chances no clássico e fez dois", comenta o companheiro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores do São Paulo

A média de Luis Fabiano é mesmo excelente. O camisa 9 balançou a rede 22 vezes em 27 partidas no ano (0,81 gol por jogo). No domingo, empatou o jogo em chute da entrada da área e garantiu a virada com bela jogada individual: deu um drible na vaca no goleiro Cássio e, com pouco ângulo e já caindo, empurrou para a rede do Corinthians.

"Quando ele entrou sozinho com o goleiro, eu corri para acompanhar a jogada. Se ele não conseguisse chutar a bola direto para o gol, eu estava próximo para tentar concluir", lembra o meia Maicon, que correu mesmo por precaução, pois nem ele nem ninguém no elenco imaginava que o artilheiro fosse errar.

Pela classificação para as oitavas de final da Sul-americana, Luis Fabiano tem, no mínimo, mais 21 compromissos até o fim do ano, sendo 19 pelo returno do Brasileiro. O próximo é nesta quinta-feira, contra o Botafogo, em seu retorno ao Morumbi depois de mais de um mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.