Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Falta de opções pode obrigar Botafogo a escalar Túlio Maravilha

Com a falta de atacantes, clube pode optar em escalar o veterano jogador, de 43 anos, contratado apenas para concluir o objetivo de marcar o milésimo gol, segundo suas contas

iG Rio de Janeiro * | - Atualizada às

Contratado apenas para uma passagem festiva com a realização de amistosos e a marcação do milésimo gol da carreira, segundo suas próprias contas, o atacante Túlio Maravilha pode surpreender e aparecer vestindo a camisa 7 do Botafogo em partidas oficiais do clube que lhe deu projeção no Campeonato Brasileiro .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Sem atacantes de expressão, o Botafogo vem penando com a falta de qualidade no setor. Em várias partidas mostra até bom poder de criação, mas falta alguém para colocar a bola para dentro do gol. Neste cenário, surge pressão externa para que o artilheiro, apresentado na manhã de segunda-feira , seja reincorporado ao elenco.

Divulgação
Torcedores botafoguenses fazem a festa com Túlio em sua apresentação

No dia seguinte à apresentação, a torcida do Botafogo começou a agir por meio das redes sociais. Páginas ligadas ao clube recebem apelos dos torcedores e enquetes em sites esportivos apontam a maioria dos ‘comentaristas virtuais’ pedindo a presença do jogador no time principal.  A manifestação ocorre em função da situação preocupante do ataque do Botafogo.

Veja também: Apresentado no Botafogo, Túlio Maravilha pode jogar no Brasileirão

Atualmente o único jogador da posição que não vem das categorias de base é Rafael Marques, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo na vitória de 3 a 1 sobre o Palmeiras, pela Copa Sul-Americana , e não vem sendo utilizado. O técnico Oswaldo de Oliveira tem optado por escalar o meia Elkeson de forma isolada no setor, sem agradar.

Leia também: Oswaldo defende esquema do Botafogo, mas pede mais um atacante

No clássico de domingo passado contra o Flamengo , o Botafogo passou a maior parte do tempo sendo dominado e ficou os 90 minutos sem dar um único chute a gol. Oswaldo de Oliveira, entre amigos e colegas de comissão técnica, sempre se mostrou contrário a utilizar Túlio, que tem 43 anos, e por ora não considera a possibilidade. Sassá e Willian, da base, são as únicas opções após as saídas de Loco Abreu, Herrera, Alex e Caio.

Relembre a história do Brasileirão, de 1971 a 2011, no infográfico do iG

Outra possibilidade tratada com bons olhos por Oswaldo é dar uma oportunidade ao jovem atacante uruguaio Matías Tellechea, que tem 19 anos e foi contratado para integrar as categorias de base. Adquirido junto ao Cerro Largo, do Uruguai, ele vem se destacando no time de juniores e chamou a atenção do treinador no treino contra os reservas na segunda-feira.

* Com Gazeta Esportiva

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG