Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Crise financeira pode tirar Drogba e Anelka do futebol chinês

Acionista Zhu Jun, detentor de 28,5% das ações do Shangai Shenhua, está insatisfeito com sua situação no clube e pode deixar de investir

Gazeta |

Um dos clubes protagonistas do futebol asiático ao contratar os atacantes Nicolas Anelka e Didier Drogba, o Shanghai Shenhua pode negociar a saída de seus dois principais jogadores. Nesta terça-feira, o jornal inglês "Daily Mail" divulgou que divergências entre os acionistas da equipe chinesa podem resultar na rescisão de contrato do francês e do marfinense.

E MAIS:  Conca e Muriqui frustram estreia de Drogba e Anelka juntos na China

Conforme afirma a publicação inglesa, o acionista Zhu Jun, detentor de 28,5% das ações do Shangai Shenhua, está insatisfeito com sua situação no clube e só continuará realizando investimentos se tiver maior controle diretivo.

Reprodução/News.cn
Drogba e Anelka podem deixar o futebol chinês em breve

Acionista do Shenhua desde 2007, Jun teria investido mais de 15 milhões de libras (cerca de R$ 48,1 milhões) no clube chinês nos últimos anos, enquanto os outros acionistas não fizeram nenhum investimento. Com isto, Zhu Jun ameaça diminuir sua participação financeira na equipe chinesa, o que resultaria na saída de Droga e Anelka, que recebem salários de aproximadamente 250 mil libras (R$ 803 mil) por semana.

RELEMBRE:  Drogba assina com time chinês e reencontrará Anelka

A situação do Shangai Shenhua vem sendo acompanhada de perto por clubes do futebol inglês, já que a janela de transferências do mercado europeu segue aberta até esta sexta-feira. Drogba atuou na Inglaterra entre 2004 e 2012, quando defendeu o Chelsea, enquanto Anelka acumula passagens por Arsenal, Liverpool, Manchester City, Bolton Wanderers e Chelsea no país em território britânico.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG