Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Vice-presidente afirma que Milan desistiu de Kaká: “Operação terminou”

Time italiano queria brasileiro do Real Madrid por empréstimo, mas time espanhol planeja vendê-lo

iG São Paulo | - Atualizada às

O homem forte do futebol do Milan , Adriano Galliani, deu fim às expectativas de que o brasileiro Kaká , do Real Madrid , pudesse retornar à equipe italiana. Segundo o vice-presidente rubro-negro, o clube desistiu do negócio por conta dos "altos riscos financeiros".

Qual deve ser o destino de Kaká? Deixe seu palpite!

EFE
Kaká não sabe se fica ou sai do Real Madrid

"A operação Kaká terminou. Nós esperamos o conselho de um contador espanhol que chegou hoje (segunda). A operação terminou porque é muito arriscada", disse o dirigente ao site oficial do Milan, enquanto chegava a um restaurante em Milão com a mais nova contratação do clube, o jovem Mbaye Niang.

Sem espaço no Real Madrid, Kaká era alvo de interesse dos italianos, que queriam repatriá-lo. As negociações com o Real Madrid não caminharam. A intenção de Florentino Pérez era negociar o meia em definitivo, mas Galliani insistia em um empréstimo.

Em 2009, os merengues desembolsaram 67 milhões de euros (aproximadamente R$ 170 milhões) para ter o futebol do brasileiro, que jamais se firmou na equipe. Kaká foi eleito o melhor jogador do mundo em 2007, quando liderou o Milan à conquista da Liga dos Campeões da Europa e do Mundial de clubes.

Reforço de 17 anos
O novo reforço do Milan, Mbaye Niang, de 17 anos, custou a 1,7, milhões de euros aos cofres do clube. O franco-senegalês, que estava no francês Caen, marcou apenas dois gols em 23 partidas disputadas na última temporada no Campeonato Francês. Galliani, no entanto, elogiou a aquisição - com cautela. "Estará com Allegri na equipe principal. Nós acreditamos que seja um bom jogador, embora eu costume esperar seis meses antes de ter uma idéia final sobre as contratações", declarou.

Leia tudo sobre: Futebol MundialEspanhaReal MadridKakáItáliaMilanMercado da bola

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG