Técnico não contará com Juninho, suspenso. Médicos acreditam que Eder Luis volte somente no sábado

Os jogadores do Vasco voltaram às atividades na manhã desta segunda-feira, em São Januário, e o técnico Cristóvão Borges já começa a pensar na partida desta quarta-feira, diante do Grêmio, no Olímpico, quando o time carioca tentará reencontrar o caminho das vitórias e recuperar a terceira posição que foi ocupada pelo clube gaúcho após a rodada deste final de semana.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Cristovão Borges quer vitória para espantar crise que assola São Januário
Gazeta Press
Cristovão Borges quer vitória para espantar crise que assola São Januário

O treinador comandou a atividade dos reservas enquanto os titulares faziam treinamento regenerativo. Tenorio e Carlos Alberto, que não jogaram os 90 minutos na última partida, participaram do treino ao lado do meia Felipe, que não chegou a ser utilizado.

Leia mais: Cristóvão admite fase preocupante, mas confia em reação do Vasco no returno

O treinador tem alguns problemas para definir a equipe. O meia Juninho Pernambucano, considerado o maestro do time, recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Fluminense e vai cumprir suspensão. A tendência é a de que Felipe, que ficou no banco mas nem participou do último jogo, ocupe a vaga do principal armador da equipe. Já o volante Fellipe Bastos, que recebeu a advertência depois de a partida ter sido encerrada, também está fora do jogo no Olímpico.

Veja também:  Polícia prende 23 torcedores do Fluminense por agressão e roubo

Éder Luís, que desfalcou a equipe no último sábado, reapareceu dando voltas em torno do gramado. Ele ainda está em recuperação de uma lesão na coxa direita e não tem condições de participar do próximo jogo. O médico Alexandre Campelo acredita que Éder Luís tem chances de enfrentar a Portuguesa neste sábado, em São Januário, caso continue apresentando progressos em sua recuperação física.

Contra o Grêmio, Eder Luis seria substituído por Tenorio, mas o departamento médico recomendou que o jogador equatoriano, ainda em fase de readaptação após a cirurgia no tendão de Aquiles, só seja utilizado um tempo em cada partida. O mais provável é que Wiliam Barbio siga formando dupla com Alecsandro. Outra alternativa de Cristovão seria a de adiantar Carlos Alberto e colocar o volante Eduardo Costa ao lado de Nilton para aumentar a proteção do setor defensivo.

Já o zagueiro Rodolfo esteve no gramado para continuar o trabalho de recuperação da cirurgia no joelho direito. Não existe previsão para o retorno. Já Renato Silva continua empenhado em buscar uma solução que o permita voltar a defender o Vasco. O Shandong Luneng, da China, seu último clube, não cumpriu um acordo de liberação e o jogador foi obrigado a recorrer à Fifa para tentar acelerar a resolução do problema.

Protesto: o Vasco vai entrar ainda nesta segunda-feira com uma representação contra o árbitro Marcelo de Lima Henrique na Ouvidoria da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol. De acordo com o regulamento, o clube de São Januário terá que enviar a gravação do jogo contra o Fluminense na íntegra para que a comissão avalie se o árbitro cometeu realmente erros que mereçam uma punição.

A expectativa do diretor de futebol Daniel Freitas é de que Marcelo de Lima Henrique seja punido. "O árbitro decidiu a partida a favor do Fluminense. Agora que o comando de arbitragem foi trocado, espero que se mantenha a coerência. Se o bandeira que prejudicou o Corinthians foi afastado, Marcelo de Lima Henrique também terá que ser punido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.