Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Tite elogia São Paulo e sofre do próprio veneno: a eficiência

O Corinthians iniciou o jogo de forma arrasadora, fez um gol e perdeu outras chances. Ao poucos, o São Paulo começou a equilibrar as ações e foi mais objetivo na frente

Gazeta |

Desde que retornou ao Corinthians, o técnico Tite montou uma equipe baseada no equilíbrio. A tática deu certo e, mesmo com vitórias apertadas, o comandante comemorou os títulos do Campeonato Brasileiro e da Libertadores da América. Só que no clássico deste domingo contra o São Paulo, o clube do Parque São Jorge foi vítima da própria armadilha.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Corinthians iniciou a partida de forma arrasadora, marcou um gol e perdeu outras diversas chances. Ao poucos, o São Paulo começou a equilibrar as ações e foi mais objetivo na frente: marcou duas vezes com Luis Fabiano para assegurar o triunfo.

"Tivemos 15 ou 20 minutos muito fortes, poderíamos ter definito com um placar elástico, com tranquilidade. Depois, eles foram eficientes, uma das armas do jogo é você traduzir em gols as suas oportunidades", relatou Tite.

Leia mais:  Corinthians lamenta derrota e gols perdidos em início arrasador

Apesar de lamentar os erros de finalização do time e até lembrar do desfalque do centroavante Guerreiro em pergunta de um jornalista peruano, o técnico corintiano evita contestar o resultado. Tite está ciente de que o rival também possui qualidade principalmente no setor ofensivo. Além de Luis Fabiano, Lucas e Jadson também brilharam no Pacaembu.

"Tomamos gols pela velocidade e qualidade do adversário. Acho que o resultado de hoje foi mais fruto do mérito do São Paulo", definiu o comandante alvinegro.

Veja também:  Luis Fabiano desabafa: "Poucos acreditavam no São Paulo"

Neste domingo, Tite mostrou uma postura totalmente diferente na entrevista em relação ao clássico contra o Santos. Na Vila Belmiro, o treinador teve momentos de explosão ao reclamar de um erro de arbitragem contra o Timão.

"Cada jogo é um jogo, cada jogo é uma história, às vezes absorvo mais rápido. Vamos ter a grandeza de saber perder, havia qualidade para caramba do outro lado, tem que dar parabéns ao Ney Franco. Não tenho nada para falar de arbitragem também, acho que houve só um lance passível de interpretação, mas torço para que todos tenham eficiência", encerrou Tite.


Leia tudo sobre: corinthianssão paulotitebrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG