Rivalidade entre as duas equipes também cresceu devido ao confronto de bastidores entre as duas diretorias

Prestes a encarar o São Paulo no encerramento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o técnico Tite não sabe mais definir qual é o maior rival do Corinthians . O treinador explica que os recentes confrontos aumentaram o clima hostil frente o arquirrival, mas tem dúvidas se ultrapassou o nível dos duelos contra o Palmeiras.

Quem levará a melhor no clássico, Corinthians ou São Paulo?

"Em São Paulo, historicamente era com o Palmeiras, mas o São Paulo cresceu. Não sei dimensionar quem está na frente. Aumentou também contra o Santos, porque somos os dois últimos campeões da Libertadores", ponderou.

Leia mais:  Após boicote, Corinthians ganhou todos os jogos contra o São Paulo no Pacaembu

Tite disse que tem dúvida sobre o grande rival do Corinthians na atualidade
Gazeta Press
Tite disse que tem dúvida sobre o grande rival do Corinthians na atualidade

A rivalidade com o São Paulo também ficou acirrada por conta das divergências entre as duas diretorias. Nos bastidores do futebol brasileiro, o ex-presidente Andrés Sanchez virou adversário político de Juvenal Juvêncio em 2009, por conta da discordância na divisão de ingressos para um clássico no Morumbi.

Confira ainda:  Jorge Henrique inicia nova etapa do tratamento e volta a correr no campo

Desde então, ganhar do Tricolor virou obsessão do então mandatário. A torcida corintiana demonstra que fará sua parte para empurrar o Corinthians neste domingo, no estádio do Pacaembu. Até o fim da tarde de sexta-feira, 33.500 ingressos foram vendidos para este jogo do Campeonato Brasileiro, mas Tite cobra seu time para corresponder.

"Se o atleta do Corinthians não jogar bem, não dominar e não for intenso, não vai ser o torcedor local que vai dar passe no campo, mas claro que prefiro jogar no Pacaembu e me sinto em casa lá", concluiu o treinador.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.