Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Miranda deixa a modéstia de lado e diz que seleção perde com sua ausência

O último jogo do zagueiro com a camisa do Brasil foi em 2009, quando foi expulso na partida contra a Venezuela, pelas eliminatórias da Copa

Gazeta |

A convocação da seleção brasileira para os amistosos contra África do Sul e China, divulgada nessa quinta-feira, mais uma vez excluiu o zagueiro Miranda . Jamais chamado por Mano Menezes, o defensor do Atlético de Madrid acredita que merece nova chance com a camisa amarela.

AP
Miranda, zagueiro do Atlético de Madri

E MAIS: Corintiano Danilo lamenta falta de chance na seleção brasileira

"Sei que pelo que estou demonstrando, pelo que estou jogando aqui, já deveria até ser chamado. Sei que estou perdendo em não ser convocado, mas a Seleção também pode estar perdendo um zagueiro de qualidade", disse.

CONFIRA: Marin vê seleção como vitrine e ironiza os clubes que reclamam

Contratado pela equipe espanhola depois de se destacar no São Paulo, Miranda conquistou o título da Liga Europa na temporada passada. Titular em 40 partidas com os Colchoneros , o zagueiro se apega às boas atuações na Espanha para continuar sonhando com a Copa de 2014.

VEJA TAMBÉM: Fora da lista de Mano, Fred diz não ter mais expectativas

"Estou em um país maravilhoso, terminei fazendo uma grande temporada passada, iniciei essa temporada muito bem. Estou me sentindo muito feliz aqui. Tenho a consciência tranquila pelos elogios que venho recebendo tanto da imprensa quanto da comissão técnica. Isso pra mim é mais importante", comentou.

Em seu último jogo pela seleção, contra a Venezuela, em 2009, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da África, Miranda foi expulso. Desde então, perdeu a vaga no Mundial com Dunga e não foi convocado nenhuma vez por Mano Menezes.

VEJA: Mano Menezes chama Cássio e Arouca para amistosos da seleção

"Zagueiro da Seleção é opção do treinador, é coisa de confiança, e cada treinador tem o seu de confiança. Assim como o Dunga optou muito por mim, hoje, o Mano está optando por outros defensores. É uma pena, mas a vida segue", lamentou.

Na opinião do beque, tricampeão brasileiro pelo São Paulo, não só ele, mas os outros brasileiros do Atlético de Madrid - Diego teve de voltar ao Wolfsburg da Alemanha - mereciam o chamado de Mano. "Tanto eu, como o Diego e mesmo o Filipe Luis, nosso lateral esquerdo, terminamos a temporada muito bem, fazendo um grande trabalho, e não fomos vistos", apontou.

NO PÁREO: "Sou um candidato à seleção", diz Tite em programa de TV

Depois das partidas contra África do Sul e China, no início de setembro, Brasil já tem compromissos pelo Superclassico das Américas, a antiga Copa Roca, diante da Argentina. Nessas partidas, porém, apenas jogadores que atuam no Brasil e na Argentina poderão participar.

O calendário da Fifa prevê apenas mais uma data para amistosos internacionais, em 14 de novembro. A Confederação Brasileira de Futebol, no entanto, ainda não confirma nenhuma partida nesta data.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG