No dia 7 de setembro, a seleção brasileira disputará amistoso contra a África do Sul no estádio do São Paulo

Lucas espera jogar mais pela seleção
Mowa / Divulgação
Lucas espera jogar mais pela seleção

Lucas não voltou contente de Londres por ter tido pouca oportunidade na seleção brasileira durante os Jogos Olímpicos. Convocado por Mano Menezes para mais dois amistosos, sendo o primeiro no Morumbi (contra a África do Sul), o meia-atacante espera mais chance.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Muito feliz com mais uma convocação, quero sempre fazer parte da seleção. Se vou ter ou não oportunidade, depende do treinador. Eu vou procurar fazer meu trabalho como vendo fazendo, me doando ao máximo nos treinamentos. Se ele precisar de mim, estarei à disposição", iniciou.

Quando questionado sobre o apelo de alguns brasileiros, ao longo das Olimpíadas, para que ele fosse mais utilizado, o camisa 7 do São Paulo diminuiu um pouco o receio de cobrar espaço e concordou que sua proximidade com o Morumbi e os torcedores tricolores pode fazer com que Mano Menezes se sinta pressionado em escalá-lo.

Leia mais:  Casemiro berra e cai após choque, mas se recupera e finaliza treino

"Pode ser que sim. Se os brasileiros me pediam e a gente vai jogar no nosso país, pode ser que sim. Mas a cabeça é dele, ele é o treinador, é ele quem escala o time. Tenho que respeitar a opinião dele e respeitar o jogador que vai atuar. Vou continuar trabalhando com os pés no chão para aproveitar a oportunidade, quando ela vier", admitiu.

Desde que voltou do período com a seleção pela Europa, Lucas não conversou mais com o treinador, o que não deve ocorrer até que ele volte a se apresentar. O amistoso contra a África do Sul será em 7 de setembro. Três dias depois desse jogo no Morumbi, o time verde-amarelo pega a China, no Arruda.

Veja também:  Luis Fabiano e Douglas batem bola e aumentam chances de retorno

"Sou muito novo ainda, tenho muito tempo para trabalhar e, se a oportunidade não vier agora, vou continuar trabalhando para, quando aparecer, aproveitar. Espero que seja o quanto antes. Se vier agora, estou preparado", concluiu o jogador de 20 anos recém-completados e que, a partir de janeiro, passará a defender o Paris Saint-Germain.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.