Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Neymar erra pênalti e Santos empata com a La U na final da Recopa Sul-Americana

Agora, na partida de volta, dia 26 de setembro, no Pacaembu, o time brasileiro precisa conquistar uma vitória simples para conquistar o título

iG São Paulo | - Atualizada às

Pela segunda partida seguida, o Santos foi beneficiado pela arbitragem. Porém, diferentemente do clássico contra o Corinthians, o time da Vila Belmiro não conquistou a vitória. Nesta quarta-feira, pela final da Recopa Sul-Americana, a equipe de Muricy Ramalho empatou com a Universidad do Chile por 0 a 0, no estádio Nacional, em Santiago.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No começo do primeiro tempo, Neymar criou uma linda jogada, sofreu falta fora da área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, o craque santista escorregou e isolou a bola por cima do gol defendido por Johnny Herrera.

Leia mais:  Luis Álvaro diz que São Paulo precisa pagar R$ 23,8 milhões para ter Ganso

De qualquer forma, apesar da infelicidade do camisa 11, o resultado não foi ruim para a equipe brasileira. Agora, na partida de volta, dia 26 de setembro, o Santos precisa de uma vitória simples para conquistar o caneco do torneio que reúne os campeões da Copa Libertadores da América e Sul-Americana do ano passado.

O jogo

Debaixo de chuva e muito frio, o Santos começou melhor na partida e quase abriu o placar logo aos oito minutos. Neymar recebeu ótimo lançamento de Paulo Henrique Ganso e driblou o goleiro Johnny Herrera. Porém, na hora de marcar o gol, o atacante se atrapalhou com a bola e a defesa chilena afastou o perigo.

Dominando o jogo, o time da Vila Belmiro criou outra chance clara aos 14 minutos. Em rápido contra-ataque, Neymar foi acionado por Patito Rodríguez e cruzou na medida para Ganso. O camisa 10 dominou com estilo na entrada da área, limpou a marcação e chutou por cima do gol.

Dois minutos depois, em bela jogada individual, Neymar passou pela marcação de Cereceda e Martínez e sofreu falta fora da área. No entanto, o árbitro resolveu dar uma força para o time brasileiro e marcou o pênalti. Na cobrança, Neymar escorregou e isolou a bola.

Após o susto, o time chileno acertou a marcação e conseguiu equilibrar a partida. Aos 37 minutos, na melhor chance do time da casa no primeiro tempo, Aránguiz soltou a bomba, a bola desviou em Druval e tirou tinta da trave do goleiro Rafael.

EFE
Neymar se movimentou bastante e chegou a perder um pênalti

No segundo tempo, a La U foi com tudo para o ataque e por pouco não tirou o zero do placar aos cinco minutos. Mena escapou pela esquerda e levantou na área para Gutiérrez. O atacante testou com estilo, mas a bola caiu na rede por cima do gol.

Veja também:  Lucas se anima por possibilidade de "presentear" São Paulo com Ganso

Preocupado com o melhor momento do time adversário, o técnico Muricy Ramalho resolveu mexer na equipe da Vila Belmiro. Aos 19 minutos, ele sacou André para a entrada do atacante Miralles.

Com as duas equipes errando muitos passes a partida ficou sem emoção até os 35 minutos, quando o time chileno sofreu falta quase na entrada da área de Rafael. Porém, na cobrança, Aránguiz chutou por cima do gol.

No fim do jogo, aos 43 minutos, Neymar recebeu passe de Felipe Anderson e, mesmo sem ângulo, o atacante chutou por cobertura. A bola bateu no travessão, assustando o goleiro Johnny Herrera.

FICHA TÉCNICA

UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 0 SANTOS

Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 22 de agosto de 2012, quarta-feira
Horário: 22 horas (Horário de Brasília)
Árbitro: Nelson Pitana (Argentina)
Assistentes: Ricardo Casas e Hernán Maidana (ambos da Argentina)
Cartões amarelos:  Roberto Cereceda e Gustavo Lorenzetti (Univ. do Chile); Arouca e Ganso (Santos)

UNIVERSIDAD DE CHILE: Johnny Herrera; Albert Acevedo, Roberto Cereceda, José Rojas e Eugenio Mena; Matías Rodríguez (Christian Bravo), Sebastián Martínez, Charles Aránguiz e Guillermo Marino (Ezequiel Videla); Enzo Gutiérrez e Gustavo Lorenzetti
Técnico:  Jorge Sampaoli

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Adriano, Arouca, Patito Rodríguez (Felipe Anderson) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André (Miralles)
Técnico: Muricy Ramalho

Leia tudo sobre: SantosLa UNeymarRecopa Sul-Americana

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG