Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Marin anuncia mudanças na Comissão de Arbitragem da CBF e cria novo órgão

Sérgio Corrêa será substituído, mas passará a chefiar novo Departamento de Arbitragem

iG São Paulo | - Atualizada às

O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin, anunciou nesta quarta-feira mudanças na Comissão de Arbitragem da entidade máxima do futebol. O mandatário nomeou Aristeu Leonardo Tavares como novo presidente da Comissão, com Antônio Pereira da Silva assumindo a vice-presidência e Dionísio Roberto Domingos tornando-se novo secretário.

Trocar o comando vai melhorar a qualidade da arbitragem nacional? Opine!

Aristeu Leonardo Tavares, que era Ouvidor de Arbitragem, substitui Sérgio Corrêa, que passa a chefiar o novo Departamento de Arbitragem, órgão criado também nesta terça pela CBF. Segundo José Maria Marin, acabar com os erros dos juízes será "compromisso de honra" em sua gestão.

VEJA:  Após “erros grotescos”, zagueiro quer “carinho” da arbitragem com Corinthians

Divulgação/CBF
José Maria Marin cumprimenta o ex-árbitro Aristeu Leonardo Tavares, que passará a chefiar a Comissão

"Procurar melhorar o nível da arbitragem é um compromisso de honra assumido no primeiro dia da minha administração. Essas mudanças têm o objetivo de continuar nessa busca, que tenho certeza vamos conseguir", disse o presidente. O novo líder da Comissão de Arbitragem, por sua vez, agradeceu a confiança de Marin em nomeá-lo para um cargo que considera "difícil", mas "honroso".

MAIS:  Bandeira lamenta erro “infeliz” em clássico Santos x Corinthians

"Não tenha dúvida, presidente, que o trabalho que está sendo desenvolvido na arbitragem vai render bons frutos. Vamos começar com dois objetivos, que são minimizar o erro e apresentar novos árbitros", disse Aristeu Aristeu Leonardo Tavares, em seu primeiro pronunciamento no novo cargo.

LEIA:  Bandeira que validou gol irregular do Santos em clássico é afastado

O objetivo será melhorar a qualidade da arbitragem nacional e limpar a imagem dos homens do apito, bastante desgastada pelos seguidos erros em 2012. O estopim foi o "triplo impedimento" no clássico entre Santos e Corinthians , no último domingo - episódio que culminou com o afastamento do bandeira Emerson Augusto de Carvalho .

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG