Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Após “erros grotescos”, zagueiro quer “carinho” da arbitragem com Corinthians

Paulo André pede atenção para que equívocos como os do clássico contra o Santos não se repitam

iG São Paulo | - Atualizada às

O afastamento do assistente Emerson Augusto de Carvalho depois do erro no clássico contra o Santos, no último domingo, repercutiu no Corinthians . O zagueiro Paulo André concordou com a decisão da Conaf (Comissão Nacional de Arbitragem) de deixar o auxiliar fora das próximas rodadas da Série A e acredita que os árbitros terão mais cuidado contra o time do Parque São Jorge.

A arbitragem passará a ter mais "carinho" pelo Corinthians após os erros? Opine!

"Eles vão olhar com carinho para a gente, porque não podem errar duas vezes seguidas, não só contra o Corinthians, mas contra todo mundo", afirmou. O zagueiro, porém, negou que o próximo adversário do clube alvinegro, o São Paulo , tenha motivos agora para se preocupar com a arbitragem do clássico de domingo, no Pacaembu.

VEJA:  Bandeira lamenta erro “infeliz” em clássico Santos x Corinthians

Gazeta Press
Bandeira Emerson Augusto de Carvalho foi afastado pelos erros no clássico entre Santos e Corinthians

"Não podem errar contra ninguém, mas sem dúvida estaremos mais atentos. Há uma pressão maior, porque qualquer coisa que acontece com o Corinthians, seja para o bem ou para o mal, vira uma explosão. O Palmeiras também teve muitos erros contra. Esperamos que vença o melhor, desde que seja o Corinthians", brincou.

MAIS:  Paulo André pede punição a Neymar por simulação

A principal reclamação dos corintianos na derrota por 3 a 2 para o Santos foi referente ao segundo gol do time de Muricy Ramalho. Léo levantou a bola na área, Bruno Rodrigo desviou, Durval emendou e André cabeceou para as redes. Os três jogadores do time praiano envolvidos no lance estavam em posição irregular.

CONFIRA:  Perto do fim da janela, Paulinho promete ficar no Corinthians até o Mundial

"Erros acontecem, mas aquele foi grotesco, foram três consecutivos em um lance capital. É justo que saia um pouco e se recicle, para que melhore e, quem sabe, um dia possa voltar. Espero que este tipo de erro não se repita, não só com o Corinthians, mas com outras equipes também", afirmou.

MAIS:  Corinthians deve anunciar contratação do lateral Chiquinho

O defensor reconhece que o time se desestabilizou depois do polêmico lance e leva a experiência como lição para o próximo clássico. "Nós ficamos ofendidos, porque foi um erro descarado, perdemos a concentração e só voltamos para o jogo um pouco antes de marcarmos o segundo gol. Temos de esquecer arbitragem e pensar no jogo para não desconcentrar", concluiu.

Ajude o Corinthians a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

Leia tudo sobre: Corinthians

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG