Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Dorival Júnior elogia vitória sobre “conjunto superior” ao Flamengo

Treinador apostou em atletas da base flamenguista e conseguiu a vitória por 1 a 0 no clássico contra o Vasco no Engenhão

Gazeta |

O técnico Dorival Júnior ainda dá os seus primeiros passos como treinador do Flamengo e luta para organizar uma equipe que vinha desacreditada durante boa parte do primeiro turno do Campeonato Brasileiro . Ao promover alterações inesperadas entre os titulares e apostar nas categorias de base para o clássico deste domingo, contra o Vasco , o comandante não poupou elogios aos rubro-negros e valorizou a vitória por 1 a 0 sobre um "conjunto superior ao seu".

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

"Jogamos contra uma equipe bem estruturada, que joga junto há muito tempo e tem um conjunto superior ao nosso. A equipe do Flamengo foi muito determinada e conseguimos o gol justamente quando perdemos o controle da partida. Isso fez com que o Vasco se soltasse mais no duelo e precisamos de uma lucidez maior para impedir que uma equipe muito organizada pudesse chegar ao gol", avaliou o comandante.

Dorival também fez questão de negar qualquer preocupação com a importância que o clássico ante o Vasco tem para os torcedores e negou que seus comandados serão influenciados por qualquer pressão externa neste Brasileiro. "Eu nunca me preocupei com a conotação que um jogo desse teria. É lógico que é um jogo importante, com dois times que se respeitam muito e jogam há anos esse confronto direto, mas este é só mais um na nossa sequência de trabalho."

Sem desmerecer a atuação de seu time e a própria presença do Vasco em campo, o comandante rubro-negro também comentou sobre o estado que o Engenhão se encontra e criticou a forma como os clubes precisam se adaptar ao campo de jogo. Apesar das adversidades proporcionadas pelo próprio estádio, Dorival acredita que o Flamengo se portou bem nos momentos que foi exigido e conquistou mais três pontos por ter se dedicado mais que o seu oponente.

Relembre a história do Brasileirão, de 1971 a 2011, no infográfico do iG

"As próprias condições do gramado não possibilitam um jogo mais técnico e as dificuldades foram grandes. Os passes errados talvez tenham sido a tônica da partida e o Vasco, por estar um pouco mais concentrado, acabou prevalecendo em alguns momentos. Mas o Flamengo foi mais vibrante e conseguimos o resultado graças à nossa movimentação", concluiu.


Leia tudo sobre: brasileirão 2012flamengoDorival Júniorvasco

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG